quinta-feira, 2 de junho de 2016

Nem Oasis conseguiu superar os Beatles

O ex-Beatle Paul McCartney

Todo mundo sabe que os Beatles foram um dos fenômenos arrebatadores na história da música. Ou senão a maior, internacionalmente falando. A banda teve seus altos e baixos, erros e acertos. Um dos fatores que contribuíram para o fim da banda foi a "rivalidade" que existia entre John Lennon e Paul McCartney - apesar de que eles criaram bons trabalhos juntos com "Yesterday", por exemplo. Outro ponto crucial foi o estrelismo e a arrogância de afirmarem ter mais sucesso que Jesus Cristo. Apesar dos pesares, os Beatles ainda são um fenômeno e dignos de respeito e reconhecimento.

Agora repare o seguinte: Paul afirmou em entrevista nesta semana que o maior erro da extinta banda Oasis foi ter dito que ela era melhor que os próprios Beatles. Para ele, o comentário de Noel Galleagher, ex-vocalista do Oasis, soou como um "beijo da morte". Tal declaração do Oasis foi feita em 1996, numa entrevista à MTV americana.

Entenda que o caso não se trata de saber se Oasis é uma banda boa ou ruim. Agora, venhamos e convenhamos: melhor do que os Beatles? Jamais. O Oasis pode até bater de frente fácil fácil contra alguma banda novata que surgiu nos últimos 10, 15 anos. Vamos ser honestos, você saberia dizer que single da banda que perpetuou como clássico mais tocado até os dias de hoje? Que música ficou na boca do povo? Qual canção se saiu melhor que a dos garotos de Liverpoll? Difícil achar.

Então, o Oasis teve sua fama. Mas nada de tão extraordinário quanto os Beatles ou outra banda de rock renomada como Rolling Stones, Guns N'Roses e U2, por exemplo. Tá certo que Definitely Maybe e (What's the Story) Morning Glory foram álbuns significativos para o Oasis e até marcantes para o sucesso na época. Mas o tempo mostrou que jamais ninguém conseguiu criar um fenômeno ou um megasucesso parecido com os Beatles. Outra "força estranha" igual jamais se repetirá.

E isso não é nenhuma arrogância de Sir Paul Mccartney. Isso é fato e não tem comparação alguma. Seria o mesmo que dizer que Luan Santana é melhor que Roberto Carlos, que Justin Bieber é melhor que Elvis Presley, que Jota Quest é melhor que Roupa Nova, que Adele é melhor que Bonnie Tyler e por aí vai. Não dá, né? Fez o seu nome nas últimas duas décadas. Mas nada que chegasse ao mesmo topo ou algo próximo a Lennon/McCartney/Harrison/Starr.

De uma coisa é certa: Clássico é clássico e mito é mito. Os Beatles continuam insuperáveis, mesmo com todos os problemas que levaram o fim do quarteto britânico. O Oasis nunca será como os Beatles e jamais haverá outra banda que faça igual. Sem desculpa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário