terça-feira, 23 de maio de 2017

Roger Moore foi o melhor James Bond da era clássica

Sir Roger Moore foi o terceiro James Bond da franquia da MGM (Foto: Divulgação)

Foram vários atores que viveram James Bond ao longo destes 55 anos de franquia, produzida pela MGM. Sean Connery foi o primeiro dessa leva. Seu jeitão consagrou a imagem do 007 que conhecemos e é um dos mais próximos à origem criada por Ian Fleming. A era de Connery como Bond teve um hiato em 1969 com a participação de George Lazenby, que deu uma interpretação seca e sem graça ao agente secreto no filme A Serviço Secreto de Sua Majestade

Só que depois Connery e Lazenby, um novo ator foi escalado para dar continuidade. Era Roger Moore, conhecido por atuar em filmes da própria MGM e também da Warner Bros. Dentre as produções deste último estúdio, o ator apareceu num dos episódios da série Alfred Hitchcock Presents (apresentada pelo próprio cineasta de filmes como Psicose). Porém o sucesso veio em 1960 na série Maverick, em 1962 na série britânica O Santo e em 1971 na série The Persuaders!.

Foi em 1973 que eramos apresentados a Roger Moore na franquia 007. Não foi uma tarefa fácil substituir Connery. Demorou um pouco para o então novo rosto de Bond cair no gosto do público. Os filmes foram mais ousados e aventureiros. Essa característica ficou atrelada à imagem de Roger Moore como Bond e deu charme para os filmes que seguiram durante 12 anos.

Roger Moore imortalizou o papel de James Bond em sete filmes. São eles: Com 007 Só se Viva e Deixe Morrer (de 1973), 007 contra o Homem com a Pistola de Ouro (de 1974), 007 - O Espião que me Amava (1977), 007 contra o Foguete da Morte (1979), 007 - Somente para seus Olhos (1981), 007 contra Octopussy (1983) e 007 - Na Mira Dos Assassinos (1985). Curiosamente o penúltimo filme veio no mesmo ano de 007 - Nunca Mais Outra Vez. Um filme não-canônico que trouxe de volta Sean Connery no papel principal. Em 1979, Moore esteve no Rio de Janeiro para gravar uma das cenas de 007 contra o Foguete da Morte onde Bond enfrenta o clássico vilão Jaws. Em 1991 esteve no Ceará numa missão da UNICEF e foi ele quem, na ocasião, empossou Renato Aragão como embaixador da instituição.

Pra mim, Sir Roger Moore foi um dos melhores James Bond do cinema e foi o mais estiloso. Os filmes de sua era são meus favoritos. Talvez por O Espião que me Amava ser o primeiro filmes que acompanhei quando criança e ainda existia a dublagem clássica. Ele foi e ainda é uma forte referência ao personagem que caracteriza bem o título de galã.

Roger Moore morreu na manhã desta terça-feira (23) na Suíça. Ele estava em tratamento contra um câncer.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Tatsuya Nomi deu vida a um dos melhores heróis das séries Super Sentai

Tatsuya na pele de Daigo, em Dairanger

Voltando do fim de semana fui pego pela notícia da morte do ator Tatsuya Nomi. Dentre as séries tokusatsu, ele ficou conhecido como Daigo, o Shishi Ranger de Dairanger, série Super Sentai de 1993. Nomi deu vida a um dos grandes personagens nesta importante série da Toei.

Daigo era tipo de rival que sempre se destacava. Era o segundo no comendo do Esquadrão Cinco Estrelas. Seus momentos mais intrigantes em Dairanger, sem dúvida alguma, eram suas reações quanto à paixão proibida entre ele a divindade Kujaku. Algo que chegou aos pés de Jetman e que rendeu vários momentos de deixar o espetador na ponta do sofá. Tatsuya também participou brevemente de outras séries da franquia como Hurricaneger, como uma das faces de Shurikenger e em Boukenger.

Tatsuya Nomi cometeu suicídio aos 47 anos na última quinta-feira, dia 18 de maio. A nota foi divulgada dois dias depois através do seu irmão via Twitter. Este é mais um ator que comete suicídio, ao lado de Shogo Shiotani, o Marte de Cybercop. Aliás, ambos tem em comum, tanto pela cor de uniforme quanto pela personalidade forte dos seus respectivos personagens.

Shishi Ranger, o segundo herói do esquadrão Dairanger

Yamcha vira zera à esquerda e é esquecido no Torneio do Poder em Dragon Ball Super

Coitado do Yamcha, está tão entediado... (Foto: Reprodução/Crunchyroll)

É engraçado como Yamcha foi deixado pra trás neste torneio que vai decidir o destino dos 12 Universos. Há alguns episódios ele vem esperando um convite de Goku para participar. Mas nada deve se concretizar. O time está fechado em 10 guerreiros.

O problema é que Majin Boo caiu num longo sono e a hibernação acaba em dois meses. Quem acompanha as notícias sobre Dragon Ball Super sabe que quem irá substituí-lo será um vilão clássico (se você evita spoilers, não vou citar o nome agora). E nada de Yamcha ser lembrado. Talvez o próximo episódio cause aquele constrangimento básico das séries de anime onde um personagem é esquecido. Tipo um "como poder ter ido sem mim" ou algo do tipo. Vai ser curioso. O resultado é previsível, mas a reação do guerreiro Z deve ser risível.

É bom lembrar que Yamcha é (ou foi) um personagem valoroso na franquia Dragon Ball. Foi rival de Goku quando ele ainda era criança, namorou Bulma, foi sacrificado na saga dos Saiyajin junto de Piccolo, Tenshihan e Chaos (os dois primeiros estarão no torneio). Sendo ressuscitado logo após.

Estou curioso pra saber qual será a desculpa pro Yamcha ficar de fora de vez. Será questão potencial? De chi? Vai ficar de fora por casualidade? Aguardemos o próximo episódio.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Nova temporada de Supernatural terá crossover com Scooby-Doo

O encontro entre os Winchester e Scooby

Parece piada de 1 de abril, mas é oficial. O upfront do canal The CW anunciou nesta quinta-feira (18) que a 13ª temporada de Supernatural fará um crossover com nada mais e nada menos que... Scooby-Doo.

Isso mesmo. Os Irmãos Winchester terão um episódio animado com o cão que investiga casos sobrenaturais junto com Salsicha e cia. Não há maiores detalhes no momento e tais deverão aparecer ao longo do hiato das temporadas das séries americanas.

Supernatural retorna aos EUA em outubro.

Otakus denunciando a Crunchyroll por advertência passa do cúmulo da imaturidade

Naruto e sua turma

Isso foi assunto da semana no meio "otaku", principalmente entre os fãs do anime Naruto. Um canal de vídeos no YouTube chamado Animaction Mania exibia lives com episódios de Naruto Shippuden. Quem tem os direitos de exibição no Brasil - via streaming - é o canal Crunchyroll. Não deu outra. O canal de vídeos levou aquele strike como advertência e teve seus vídeos apagados.

Como se não fosse o bastante, o dono do canal ficou fulo da vida, mencionou vários impropérios e até tentou denunciar a própria Crunchyroll. (Oi???) Ué, denunciar pra que? A Crunchy tem direitos de Naruto de mais algumas séries no Brasil e em outros países. Então pra que se revoltar, né?

A revolta dos "otakinhos de plantão" só dá motivos de mais risada. Tá na cara que a atitude é, no mínimo, infantil/adolescente e sem informação alguma sobre direitos autorais. Pro bem ou pro mal, o YouTube tem suas regras. Existem trabalhos de divulgação que são confundidos pelo YouTube e acabam sendo limados por direitos autorais. Agora uma outra coisa é exibir uma live ou passar episódios isolados na íntegra de uma série que tem acesso oficial por aqui.

Essa resistência dos "otakinhos" (claro, não falo de todos) é antiga e vem desde o lançamento da Crunchyroll em 2012. Quem acompanhou na época deve ter visto um clássico vídeo onde um adolescente reclama pelo lançamento e ainda disse que o canal não iria fazer sucesso. (Oi??? 2, a missão) Ledo engano. A Crunchyroll continua firme e forte em quase 5 anos de estrada no Brasil e um dos resultados é a queda da pirataria das séries de anime.

Entenda, aqui não é nenhuma propaganda, merchan ou qualquer coisa do tipo. É apenas uma análise de um mero espectador que também curte o canal. Pecado nenhum até aí. O problema mesmo é que estamos falando de fãs de Naruto. E encontrar alguém que apoie materiais oficiais nesse meio "naruteiro" e que tenha senso e maturidade pra entender como o mercado funciona é uma mina de ouro. O fiasco do recente filme do ninja loiro por aqui é um retrato disso que estou falando.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Divulgada a primeira imagem oficial de Star Trek Discovery


As atrizes Michelle Yeoh e Sonequa Martin-Green são as protagonistas que aparecem acima na primeira imagem oficial de Star Trek: Discovery. Elas darão vida à Capitã Philippa Georgiou e à Oficial Michael Burnham, respectivamente.

A produção sofreu mudanças de elenco. Por enquanto não há data de lançamento pelo canal CBS que divulgou nesta quinta-feira (17) sua programação inicial para a temporada 2017-18 em horário nobre. Não há informações sobre o enredo que vai acompanhar as aventuras da tripulação da nave U.S.S. Discovery.

Star Trek: Discovery terá produção executiva de Gretchen J. Berg e Aaron Harberts, substituindo Bryan Fuller que alegou conflitos de agenda. Fuller está entre os roteiristas, ao lado de Alex Kurtzman, Nicholas Meyer e Jesse Alexander.

A nova série será exibida no Brasil pela Netflix.

Shout! Factory exibe maratona de Kakuranger


No próximo sábado (20) a Shout! Factory exibirá uma maratona com episódios de Ninja Sentai Kakuranger. A série tokusatsu da franquia Super Sentai serviu de adaptação para a terceira temporada de Mighty Morphin Power Rangers em 1995 e no ano seguinte serviu de base também para a minissérie Mighty Morphin Alien Rangers.

Serão exibidos os primeiros 7 episódios de Kakruanger a partir das 9h da manhã, horário do Pacífico (13h de Brasília) pelo site da Shout! e pelo portal Pluto TV. Todos os 53 episódios foram lançados em DVD pela Shout! Factory recentemente.

Assista a chamada:


segunda-feira, 15 de maio de 2017

Gohan será mais forte que Goku em Dragon Ball Super?

Gohan está mais forte como nunca (Foto: Reprodução/Crunchyroll)

O episódio deste domingo (14) poderia ser mais um "tapa-buraco" na saga Universe Survivor de Dragon Ball Super se não fosse por um detalhe que chamou atenção. Assim como Goku, Gohan está sedento de poder e luta. Assim ele treinou com seu pai para testar suas habilidades para o torneio.

Seu grande feito até hoje foi na batalha final contra o androide Cell, onde venceu. Seu pai foi morto (ressuscitou na saga de Majin Boo) e quem ficou com toda a fama da vitória foi o atrapalhado Mr. Satan. Gohan teve maior destaque na saga de Majin Boo e poderia ter a chance pra derrotar o demônio se não fosse por sua própria arrogância, que o levou à derrota naquele momento. Gohan se casou com Videl e juntos tiveram a pequena Pan. Além de se dedicar à família, devotou boa parte do seu tempo aos estudos. Por isso, Gohan passou um bom tempo sem treinar. Voltou em algumas ocasiões em DBS como na saga O Renascimento de 'F' e agora com grande determinação na saga Universe Survivor.

O recente treinamento com Piccolo fez com que Gohan sanasse seus problemas em combate. Por ser filho de um Saiyajin, sua sede por lutas foi intensificada como nunca. Se Gohan elevará seu poder ao mesmo nível de seu pai, só o tempo dirá nos próximos episódios. O que pode ser um acréscimo para a franquia de Akira Toriyama e um detalhe que pode jogar Dragon Ball GT definitivamente como uma trama alternativa. 

Vamos ver como Gohan vai se sair como líder dos dez guerreiros do Sétimo Universo. Ele está em um bom momento na série e não pode fazer feio.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Novo pôster de Gavan vs. Dekaranger afasta a possibilidade de uma participação maior de Jaspion


Nesta quarta (10) a Toei divulgou o novo pôster do filme Space Squad: Gavan vs Dekaranger. A imagem promocional destaca o segundo Gavan (também conhecido como Type-G) e o Esquadrão Investigativo Dekaranger como os heróis principais. Além de MacGaren, o clássico arqui-inimigo de Jaspion que voltou do inferno.

Com a proximidade do filme, o indício de que Jaspion aparecerá apenas em flashback só fortalece. Até a estreia do filme deverá aparecer alguns (ou muitos) desavisados que vão esperar por uma participação maior do nosso Tarzan Galático, quando a Toei não prometeu nada de tão grandioso. Certamente a aparição de Jaspion será breve e servirá de introdução para explicar sobre o filho de Satan Goss e talvez linkando com sua ressurreição. O jeito é aguardar pra ver como fica e, acima de tudo, sem criar altas expectativas.

Não custa nada lembrar: o ator Hikaru "Seiki" Kurosaki está afastado da mídia há vários anos, trabalha como instrutor de mergulho em Okinawa e não pretende voltar à TV japonesa, muito menos ao tokusatsu. Gavan vs. Dekaranger conta com o retorno de Junichi Haruta, apenas dublando a voz de MacGaren. Benikiba, a vilã de Jiraiya, também está de volta, desta vez com a interpretação da atriz Mikie Hara (de Cutie Honey).

Antes do anunciado lançamento para vídeo, Space Squad: Gavan vs. Dekaranger terá exibição limitada nos cinemas japoneses a partir de 17 de junho na rede 109 Cinemas, junto com o prólogo Space Squad: Girls in Trouble. Ambas as produções terão direção de Koichi Sakamoto e roteiro do veterano Naruhisa Arakawa.

Veja o pôster na íntegra:


terça-feira, 9 de maio de 2017

Assista ao primeiro trailer de Blade Runner 2049


Após o primeiro filme de 1982, Blade Runner 2049 ganha seu primeiro trailer. O filme estreia no Brasil em 5 de outubro e tem Harrison Ford de volta como Rick Deckard. Assista o trailer a seguir: