segunda-feira, 2 de maio de 2016

Em Dragon Ball Super, Bills mostra quem realmente ele é

Bills no episódio deste domingo (1)

No episódio desta semana de Dragon Ball Super tivemos a aparição do Super Shenlong, a divindade que surge com a união das sete Super Esferas do Dragão. Sua aparição foi bem diferente do que estamos acostumados a ver na franquia e foi um verdadeiro espetáculo.

Uma das coisas que mais chamaram atenção foi o tal pedido (o único) que foi feito por Bills. O pedido foi feito através da língua dos deuses. Quando Bulma pergunta ao deus da destruição sobre qual foi o pedido, ele responde algo como pedir para ajeitar a cama. Uma alegação bem estapafúrdia. Quase tive um troço ao pensar que era verdade. Mas o que aconteceu mesmo foi que O Sexto Universo, do qual Champa defende o título de deus da destruição, foi restaurado. Ou seja, a civilização que havia sido destruída foi ressuscitada.

Quer dizer, Bills pode ser um deus rabugento, irritado e que destrói tudo por qualquer besteirinha que seja. Porém possui um bom coração. Ajudou o seu rival, mesmo que ele tenha levado isso como uma "insolência". Bills seguiu aquele velho provérbio que fala sobre fazer o bem sem olhar a quem. Exemplo e tanto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário