segunda-feira, 30 de maio de 2016

O filme do decenário de Yu-Gi-Oh!

As três primeiras gerações da franquia Yu-Gi-Oh!

No final de março passado a Netflix lançou o filme Yu-Gi-Oh!: Bonds Beyond Time (Yu-Gi-Oh!: Vínculos Além do Tempo na versão brasileira) em seu catálogo. Não é a primeira vez que o filme é veiculado oficialmente por aqui no Brasil, uma vez que serviços como a Vivo Play e a Claro Vídeo também já exibiram, respectivamente em 2013 e 2014.

Este filme de 2012 é o segundo de três filmes lançados até o momento (o mais recente chama-se Yu-Gi-Oh!: The Dark Side of Dimensions, lançado no final de abril deste ano) e serviu de comemoração dos 10 anos da franquia na TV japonesa. Não apenas isso. Reuniu os protagonistas das três primeiras séries. Yugi Muto de Yu-Gi-Oh! Duel Monsters, Jaden Yuki de Yu-Gi-Oh! GX e Yusei Fudô de Yu-Gi-Oh! 5D. A versão original da película contava 50 minutos e passou a ganhar mais 10 na versão americana da 4Kids (os minutos extras eram formados por flashbacks das séries).

Se aqui eu pudesse resumir este filme em apenas numa palavra seria a seguinte: fanservice. Bonds Beyond Time apelou pra velha desculpa afim de unir os três heróis (de eras diferentes) para um duelo contra um poderoso estrategista chamado Paradox, que por sinal é o único vilão do enredo. A história é pequena e superficial. A impressão é que criaram um caos para partirem pra uma partida de card game. O filme consegue divertir numa luta difícil. Mas a falta de construção da trama tira todo o brilho e não consegue empolgar como antigamente quando víamos duelo épicos da série clássica, por exemplo. Apesar de ser uma homenagem, está longe de ser um grande filme.

A dublagem de Yu-Gi-Oh!: Bonds Beyond Time foi realizada pela Lexx, que vem fazendo bons trabalhos em diversos animes lançados atualmente. Muitos fãs hardcore andam reclamando da baixa de Marcelo Campos, a voz brasileira que marcou como Yugi Muto/Yami Yugi na primeira série. Quem acompanha as notícias sabe muito bem que Marcelo está afastado das dublagens (Os Cavaleiros do Zodíaco: A Lenda do Santuário foi uma exceção em sua atual fase profissional e não deve voltar mais). Ao menos escalaram uma voz parecida com a dele, que obviamente não é a mesma coisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário