terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Os mais de 40 nomes que não estiveram no Globo de Ouro Palco Viva

O Globo de Ouro Palco Viva terminou na semana passada e de uma certa forma deixa meia-saudades pra mim. Gosto muito do programa original. Apesar de na época eu ter sido bem pequeno e ter crescido ouvindo boas músicas de décadas anteriores, desde o começo das reprises que eu tenho o Globo de Ouro original como o meu favorito do Canal Viva. Bem, se vocês derem uma olhada no meu Twitter, vão ver que me animei com a volta de cantores favoritos da legítima música brasileira.

No meio do trigo, há também o joio. E a gente sabe que há muita porcaria sendo tocada nas rádios afora e que acabara, entrando também no revival. Ótimo seria se dessem mais preferência aos cantores da época do programa original. Tá certo que tiveram umas homenagens a cantores que já nos deixaram (e que deixaram a marca da saudade) e outras homenagens a cantores vivos, que por algum motivo ou outro não puderam estar presentes. Houveram novatos que se saíram bem e outros nem tanto.

E é sobre os mais de 44 ausentes da nova edição, baseados nas homenagens e nas reprises do Viva, que faremos memória destes que pode servir como uma dica para uma possível segunda temporada no futuro. Quem sabe a direção do canal encontre este post e tome nota, né? Segue a lista dos "esquecidos":



Rita Lee
A rainha do rock brasileiro. Em seu lugar cantou Tulipa Ruiz com "Mania de Você".



Zé Ramalho
O 41º maior artista da música brasileira, segundo a revista Rolling Stone. Curiosamente, sua prima Elba Ramalho se apresentou no mesmo programa onde a banda Nação Zumbi cantou "Admirável Gado Novo".



Marina Lima
A mulher que tem um "hotel" em seu nome (na música "Virgem"). Em seu lugar cantou Preta Gil com "A Francesa".



Titãs
O "Iê-iê-iê" dos anos 80. Em seu lugar cantou a banda Panamericana com "Flores".



Barão Vermelho
A banda do finado Cazuza. Em seu lugar também cantou a Panamericana com "Menor Abandonado".



Paralamas do Sucesso
Os homens da "Turma de Brasília".



Engenheiros do Hawaii
Apesar do hiato presente, vale a menção.



Biquini Cavadão
Outra banda de rock que embalou nos anos 80.



RPM
Revoluções por Minuto.



Nenhum de Nós
Eternizaram com o grito"♫Camila, Camila"



Tunai
Cantou Nina Becker em seu lugar com "Frisson".



Chitãozinho & Chororó
Uma das maiores e genuínas duplas sertanejas do Brasil.



Capital Inicial
A banda que surgiu após o fim do grupo Aborto Elétrico.



Kid Abelha
O trio das "Abóboras Selvagens" comandado pela grande Paula Toller.



Ultraje a Rigor
"♫Nós vamos invadir sua praia..."



Ritchie
Cantou Marcelo Jeneci em seu lugar do inglês com "Menina Veneno".



Lobão
O desbocado que fez sucesso com alguns hits nos anos 80.



Rosanah Fiengo
A "deusa" da música brasileira. Foi muito bem representada por Anitta que cantou "O Amor e o Poder". Esteve ausente do revival por motivos de viagem ao exterior.



Cassiano
O precursor da músical soul brasileira. Apesar da ausência, foi representado pelo sambista Péricles (ex-Exaltasamba) que fez uma impressionante interpretação com "A Lua e Eu".



Gal Costa
A sétima maior voz do Brasil, segundo a Rolling Stone. Em seu lugar esteve a cantora Céu com a lindíssima música "Chuva de Prata".



Lulú Santos
Um dos atuais jurados do The Voice Brasil.



Luiz Caldas
O descalçado que queria "ser uma abelha".



Gabriela
A guria que cantava pra pegar um martelo.



Blitz
Banda formada pelo ator global Evandro Mesquita.



Roberto Leal
O português que cantava o famoso "Arrebita".



Jane Duboc
Uma das vozes mais doce do Brasil.



Gilson
Famoso pelo hit "Nossa História de Amor"



Joanna
Uma das grandes cantoras que iniciou carreira nos anos 70.



Sylvinho Blau Blau
Ganhou apelido por conta da música "Meu Ursinho Blau Blau".



Markinhos Moura
Famoso pela lendária música "Meu Mel"



Simone
A cigarra da MPB.



Oswaldo Montenegro
Famoso pela música "Lua e Flor", da novela O Salvador da Pátria.



Beto Barbosa
O rei da lambada que imortalizou com o hit "Adocica".



Fábio Jr.
O ator e cantor que começou com canções em inglês. É também pai do ator/cantor Fiuk.



Placa Luminosa
Conjunto que eternizou com a música "Não Diga Nada".



Beto Guedes
O multi-instrumentista de Minas.



Via Negromonte
Atriz e cantora que embalou nos anos 80 com a música "Preconceito".



The Fevers
O grupo que toca desde os tempos da Jovem Guarda e que fez sucesso também nos anos 80 com temas de novelas da Globo.



Carla Daniel
Atriz e cantora que interpretou alguns temas para as novelas globais da época.



Dulce Quental
Ex-vocalista do Sempre Livre.



Simony e Jairzinho
A dupla que voltou recentemente a cantar em algumas apresentações.



Solange
Conhecida pela música "Fera Radical" que dá o mesmo nome à novela uma novela das seis de 1988.



Erasmo Carlos
O grande tremendão da Jovem Guarda.



Roberto Carlos
O eterno rei/mandarim da música brasileira.


Bolaños deixa um grande legado para as gerações do humor

+ Shaider NEXT GENERATION; mais referências e emoções elevadas ao cubo

Nenhum comentário:

Postar um comentário