quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Nada de Ultraman Max no Brasil, por enquanto

Há poucos dias atrás fomos surpreendidos pela notícia da aquisição da série de tokusatsu Ultraman Max pela Crunchyroll. Várias fontes especializadas divulgaram e a própria página da versão gringa do serviço havia confirmado o licenciamento em seu site para os EUA, Reino Unido, América Latina, etc para esta terça-feira (14). Dentre as informações divulgadas em sites nacionais, havia uma afirmação de que o Brasil estaria incluído para vermos a série de forma legalizada.

Então, desde ontem a série está disponível para a versão americana com legendas em inglês e pode ser vista aqui ao clicar em "Englisg (US)". A série completa está disponível para os assinantes norte-americanos. Os oito primeiros episódio podem ser assistidos e a cada semana, às terças-feiras, outras levas de oito episódios cada serão liberadas para os não-assinantes, como pode ser vista na versão em inglês desta tabelaContudo, estranhamente no site da Crunchyroll Brasil nada foi confirmado até agora e a série não está no ar.

Entramos em contato com o serviço para sabermos quanto à uma possível disponibilidade em nosso país. O que nos foi informado é que ainda não há garantias por parte da distribuidora (no caso, a Tsuburaya Productions) quanto ao licenciamento nacional pelo serviço. A Crunchyroll informou também que haverá um leque variado que deverá pintar em breve.

Vamos aguardar mais novidades. Afinal, nem todos os países citados tiveram disponibilidade da série ainda. O que provavelmente deve acontecer em breve. Lembrando que a disponibilidade não depende da Crunchyroll, e sim das distribuidoras que levam suas séries para o serviço e devidos países/regiões. É uma coisa bem complicada para a nossa compreensão de comodidade.

Outra coisa importante a ressaltar: alguns fãs brasileiros estão confundindo o lançamento com a possibilidade da série migrar para a TV aberta; e outros estão "exigindo" uma dublagem para a série no serviço. A coisa não é assim tão simples. Temos que entender que o licenciamento é internacional e atinge outros países além Brasil. Uma dublagem teria que ser, no mínimo para a TV/DVD/BD ou ter sido exibida antes nestes meios, como Os Cavaleiros do Zodíaco que teve lançamento recente na plataforma. Exibição de séries de anime e tokusatsu estão fora de cogitação da TV brasileira. Os on demand são a nova vida da cultura pop japonesa para o futuro ocidental.

Nenhum comentário:

Postar um comentário