sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Jenma pode salvar Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. do tédio

Esta gracinha ainda pode nos surpreender no futuro

Confesso que quando a segunda temporada de Marvel's Agents of S.H.I.E.L.D. começou, me empolguei com bem pouca coisa. A série está de mal a pior e audiência que a diga. Fazendo justiça, quando iniciou a saga de Hydra no final da temporada passada, a série deu um up considerável. Merecidamente para uma renovação na TV. Mas até agora está faltando algo mais surpreendente e menos subtendido.

Apesar dos pesares, uma personagem teve um certa importância no terceiro episódio, exibido na noite desta quinta-feira (23) no Sony. Quem acompanha, deve lembrar que Jenma e Fitz quase morreram afogados quando presos num contêiner que foi jogado no mar pelos vilões. A moça estava desaparecida, enquanto o cientista estava traumatizado, fazia força pra lembrar de algo importante e, o mais estranho, ele falava sozinho. Na realidade, Fitz se imaginava conversando com Jenma. Um furo totalmente dispensável dos dois primeiros capítulos da temporada que foi esquecido de vez no episódio seguinte.

E nem precisa mesmo dar satisfação pra tal desfecho já que Jenma apareceu novamente em carne e osso. Agora em uma missão secreta, ela está infiltrada em Hydra. Teve que capturar um mutante ser especial chamado Donnie Gill, que tem o poder de congelar quem o que ele quer. Claro que ela contou com a ajuda de Coulson e sua equipe. Sem contar que houve um certo auxílio de Ward, o traidor da SHIELD. O que chama a atenção é que Jenma foi promovida por Hydra e isso deve gerar bons acréscimos para a personagem e muito rebuliço na trama. Ainda não é uma garantia de que ela salve mesmo o programa e cresça de fato. Isso depende muito do empenho dos roteiristas.

Sinceramente falando, eu acho a relação dela com Fitz mais forte do que de Skye e Ward, que parecem mais com um mal resolvido de uma novela das nove qualquer. Ah, quero ver logo um encontro de Jenma e Fitz depois da declaração que o cara fez para ela à beira da morte. Tomara que vingue logo e fico na torcida pelos pombinhos desde já.

Nenhum comentário:

Postar um comentário