quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Shaider NEXT GENERATION; mais referências e emoções elevadas ao cubo

Depois de Sharivan, agora é a vez de Uchuu Keiji Shaider NEXT GENERATION prosseguir com a batalha deixada no final do filme 

anterior. Diferente do último NEXT GENERATION, esta nova aventura do sucessor de Dai Sawamura tem um tom mais carismático e cheio de comédia, ao invés do excesso de violência explorado na primeira parte e até da própria série original de 1984.

O herói Shu Karasuma (interpretado por Hiroaki "Kamen Rider Birth" Iwanaga) é o protagonista da aventura. Com o seu jeitão mulherengo, ele investiga um caso que envolve a nova geração de Fuuma (gancho deixado pelo filme de Sharivan). Ao seu lado trabalha a gasguita e birrenta Tamy (por Mayu Kawamoto), que tem ataques críticos de ciúme pelo seu parceiro. Seu potencial aventureiro é muito mais elevado do que de Annie (por Naomi Morinaga) - parceira do antigo Shaider. Com o seu Tamy Kick é capaz de derrubar até mesmo um gigante sem muito esforço. (?!)

No meio da luta contra o mais novo Fushigi Beast, Bitabita (fazendo jus aos monstros do antigo clã maligno), Shu encontra uma garota chamada Hilda Gordon (por Kasumi Yamaya), filha do Comandante Nicholas Gordon (por Shinji "Spiderman" Todô), que havia sido sequestrada pelo Neo Fuuma, a mando da nova versão da Sacerdotisa Poe. Enquanto isso, as investigações para descobrir a verdadeira identidade da Horror Girl fica a cargo de Geki Jumonji/Gavan Type-G (Yuma Ishigaki) e Kai Hyuga/Sharivan (Riki Miura).


Annie e sua sucessora Tamy

Apesar de um roteiro mais equilibrado, Shaider NEXT GENERATION mantém a mesma estética do filme anterior. Continua tendo BGMs da trilogia antiga, mais especificamente da série de TV do Shaider. Além das BGMs originais compostas pelo talentoso Chummei Watanabe. Não poderia faltar também o remake do Shouketsu Process, que ficou belíssimo. A produção procurou buscar os mesmos ângulos de câmera da pose de apresentação, como há 30 anos atrás. Além das lutas que foram bem ao estilo oitentista, mas como uma melhora nos efeitos especiais.

O filme tem a participação de Akira Kushida (a primeira em drama desde sua última participação em 1974) como um master de um restaurante. O cantor interpreta nesta produção uma nova canção feita especialmente para a série Uchuu Keiji NEXT GENERATION. O ator Masayuki Suzuki está de volta à pele do atrapalhado Kojiro Ooyama, que agora - estranhamente - passa a trabalhar para a Ginga Renpô Keisatsu (Polícia da União Galática), ao lado de mais alguns aliens. O ponto alto fica pra rápida e importante aparição de Naomi Morinaga como Annie. Uma singela homenagem ao falecido ator Hiroshi Tsuburaya (1964-2001) é feita numa cena onde a personagem revela o destino tomado por Dai.


Tamy e Shu em ação

O final tem um desfecho que pode decepcionar os fãs mais puristas pela forma que a conspiração foi armada. Em compensação há uma luta onde os novos três Policiais do Espaço unem suas forças na luta contra o mal. Não do jeito que queríamos ver na geração dos heróis oitentistas, mas foi muito bom e de deixar o mais amante dos Metal Heroes de garganta rouca.

O filme possui umas boas referências, como nas menções de duas importantes OSTs (Original Sound Track) de Shaider nos diálogos. Além da personagem Hilda ter sido inspirada na personagem Vivian, interpretada pela atriz Kyomi Tsukada (a Anri de Jaspion), que aparece no episódio 41 de Shaider.

E que venha mais doses de Uchuu Keiji no futuro. Tomara. Jouchakku! Sekisha! Shouketsu!



Nenhum comentário:

Postar um comentário