terça-feira, 11 de novembro de 2014

Perdidos no Espaço pode ter um reboot em 2015

Projeto para refazer a série clássica está em fase de ideias

A clássica série Perdidos no Espaço, criada pelo saudoso Irwin Allen (autor de outras séries sci-fi juvenis como Viagem ao Fundo do Mar, Túnel do Tempo e Terra de Gigantes), poderá ganhar uma nova série de TV no ano que vem. O motivo propício seria pela comemoração dos 50 anos do programa que esteve no ar entre 1965 e 1968.

A ideia do reboot é do produtor Kevin Burns que é fã da obra de Allen e que está ansioso com o projeto. Com ele estão trabalhando os roteiristas Matt Sazama e Burk Sharpless, dupla que já trabalhou no recente filme Drácula – Uma História Nunca Contada. Ainda é cedo para a divulgação de elenco.

Não é a primeira vez que Burns tenta reviver a série. Em 2003 produziu um piloto para a Warner intitulado como The Robinsons: Lost in Space, mas foi rejeitada pelo simples fato de não haver o Dr. Smith na trama. Burns tentou produzir um telefilme que contava a trajetória da série e com a participação dos atores originais, mas foi abortado quando morreu o ator Jonathan Harris, o próprio Dr. Smith. Burns já produziu dois documentários sobre a série.

Para quem não lembra, Perdidos no Espaço (Lost in Space) contava a história da Família Robinson que partia em missão espacial no ano de 1997 (segundo às visões futurísticas dos anos 60). A nave Júpiter 2 foi sabotada pelo malandro Dr. Smith e toda a tripulação pousou em um estranho planeta onde há diversos seres bizarros. O vilão foi o astro maior da série e esteve de passagem pelo Brasil nos anos 70, devido à fenomenal popularidade. Apesar do grande sucesso, Perdidos no Espaço foi cancelado por problemas de verba da produção. Foi um dos primeiros trabalhos do renomado músico John Williams (o mesmo de vários filmes do diretor Steven Spielberg e dos filme da série Star Wars) nas inserções e produções das BGMs.

Por aqui, a série foi lançada em 4 de dezembro de 1966 às seis da tarde pela Record, sendo exibida inicialmente apenas em São Paulo e colada com o programa Jovem Guarda. Ganhou projeção maior na Globo em 1970 e seguiu por outras emissoras como Tupi (em 1978), Bandeirantes (em 1980), Gazeta (1988), e retornando para a Record (em 1990). Sua últimas exibições foram nos canais pagos Fox (1997-98) e FX (2003-07).

A título de curiosidade, Perdidos no Espaço ficou conhecido nacionalmente no Japão pelo título Uchuu Kazoku Robinson (Família Espacial Robinson), tendo apenas as duas primeiras temporadas exibidas em horário nobre pelo canal TBS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário