quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Aviso importante: Power Rangers sempre foi tokusatsu

Quem disse que Power Rangers não tem efeitos especiais, hein?

Quem acompanha o blog há longa data sabe do meu gosto por Super Sentai e por Power Rangers. E sempre procurei opinar sobre as coerências e incoerências que eu observo na tokunet sobre as indiferenças do assunto. Doa a quem doer. Não gosto de entrar nas rodas da discórdia, pois eu sei qual o final desse filme. Mas é cada absurdo que a gente encontra por aí que dá uma certa indignação.

Passando pelo Facebook me deparei com uma postagem de um certo grupo que se diz ligado ao tokusatsu. Não vou citar o nome do grupo ou de quem escreveu por questões de ética e pra também ninguém ir atrás procurar estresse. Mas a foto da postagem dizia algo como: "Assista o tokusatsu original! Recuse imitações e diga NÃO à Saban". Sério isso? Que campanha é essa? Quer dizer então que as séries da Saban viraram droga e quem assistiu virou dependente químico? Tudo bem que as séries dela não são feitas lá com o mesmo primor que as produtoras japonesas. Mas não esqueçamos que a Toei também teve seus "pecados" e aqui acolá pisa na bola mesmo.

O que mais me irritou na tal postagem foi a imposição ditatorial, do tipo militar mesmo. Ou seja, qualquer citação sobre Power Rangers, qualquer que seja, o comentário seria excluído. Tudo bem que um administrador não goste de uma série em questão, mas ele não tem o direito a obrigar que outras pessoas deixem de gostar e incitar ódio saudosista. Agora, uma afirmação que foi a mais que absurda que li: "Power Rangers não é tokusatsu". Segundo o tal administrador, a afirmação contrária é "tosca" e quem diz isso "desconhece o verdadeiro tokusatsu". E quem é ele pra dizer o que é ou o que não é tokusatsu?

Gente, um fã do gênero que se preze deve saber que tokusatsu não são apenas as séries de super-heróis da terra do sol nascente. Mas também são séries americanas do tipo sci-fi como Star Wars, Star Trek, Perdidos no Espaço, Babylon 5, Smallville e tantos outros com efeitos especiais. É preciso que se diga que esse é o elemento principal que define uma série ser tokusatsu para os japoneses. E não é meia dúzia de haters inconformados que vai mudar essa realidade.

Power Rangers é tokusatsu sim, tem efeitos especiais, não é uma imitação e como adaptação ocidental tem carta branca da Toei até o dia que cão miar. E essa atitude de proibir menções sobre as adaptações americanas (sejam boas ou ruins) são atos de cunho inconstitucional, antidemocrático e até, em casos extremos, de xenofóbico. E não é de hoje que vejo isso por aí.

Quer assistir versões originais ou adaptações americanas, assista. Quer assistir os dois, melhor ainda. Como blogueiro, posso ter uma opinião e isso não me faz ser o dono da verdade. Outra pessoa é livre pra concordar ou discordar quando quiser, desde que haja respeito, isso é bem-vindo e salutar. Se tokusatsu serve mesmo de boa conduta de caráter para a hateria, vai aqui uma frase do iluminista francês Voltaire pra fechar o papo: "Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las."

Nenhum comentário:

Postar um comentário