segunda-feira, 21 de março de 2016

Toei ataca fansubs e complica a divulgação de tokusatsu

Kamen Rider Ghost mais incerto do que nunca

A tokunet brasileira tomou um baque neste fim de semana com notificações da própria Toei Company contra links de séries de tokusatsu como Dobutsu Sentai Zyuohger e Kamen Rider Ghost. Ambas atualmente estão em exibição no Japão via TV Asahi. Até onde foi apurado, quatro fansubs brasileiras foram denunciadas pela "toda poderosa". O que é bem chato quando esta é a única alternativa que temos para acompanhar, visto que não há nenhum licenciamento de novas/recentes séries da Toei no Brasil (salvo alguns clássicos como National Kid, Jaspion, etc).

Por um lado dá pra entender o lado da Toei. Por outro é ruim pois a própria produtora investe apenas no mercado local e ainda não abriu um leque de opções para licenciamento mundial através de streamings oficiais. Coisa que a Tsuburaya vem fazendo no último ano e meio.

Mas fica uma perguntinha no ar: não seria melhor a Toei parar de restringir as séries Rider/Sentai e começar a investir em plataformas legalizados para facilitar e ampliar a divulgação de suas séries de tokusatsu? Só denunciar, mandar apagar links e manter seus títulos num iglu não resolve. Apesar destes meios serem alternativos, são suas maiores divulgadoras quando não há licenciamento. Tá na hora da Toei começar a investir nisso e fãs fora do Japão não faltam.

Apesar de ter uma posição neutra em relação à fansubs, eu me compadeço das mesmas, até porque acompanho Rider e Sentai através dos meios alternativos (e também fico prejudicado). Mas como fã que também apoia materiais licenciados, eu espero que a Toei repense as estratégias e um dia lance mais séries via streaming. Hoje em dia o simulcast tornou-se uma necessidade extrema pra quem quer acompanhar séries de anime, tokusatsu e J-dramas. Digo isso por experiência própria. Pois evita atrasos, ajuda o próprio mercado e o crescimento de audiência.

Falta essa proximidade do estúdio para com o público. Fato.

6 comentários:

  1. Triste demais esta situação. Sou a favor dos fansubs, pois se não fossem eles, não teria acompanhado todas as series tokusatsu que assisti.

    Como muito bem citado no artigo, se não tiver um investimento por parte da TOEI em meios alternativos como streaming, o mercado extra Japão ficará prejudicado demais.

    Meu total apoio aos fansubs que tanto têm batalhado para que possamos ver nossas series tokusatsu.

    ResponderExcluir
  2. Complicado, mesmo. Ainda mais no Brasil de hoje em dia, que não há alguém como o diretor da antiga Everest Video pra se interessar em séries que nada têm a ver com Power Rangers ou animes com bastante audiência no Japão.

    ResponderExcluir
  3. Você faz algo ilegal e quer que a produtora apoie isso?


    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabe ler? Na matéria o escritor mostra compreensão pela Toei não permitir fansubs distribuindo suas séries, o que ele pede são alternativas oficiais e legais. Mas a Toei pelo visto pouco está se lixando para os fãs ocidentais, na mentalidade deles já podemos nos virar com as versões adaptadas dos EUA.

      Excluir
  4. Mais do que provado que a Toei não quer nossa audiência. Não vou correr mais atrás de suas séries. Fico só com a Tsuburaya

    ResponderExcluir
  5. qual a fonte que comprova que realmente foi a Toei quem denunciou os fansubs? Pode ter sido qualquer um se passando pela Toei, duvido muito que a Toei ia sair de seu pedestal para denunciar fansubs brasileiros enquanto fansubs de grande porte mundial como o Over-Time estão intactos, isso pra mim é ataque de fansub contra fansub, ja que no universo tokusatsu brasil o que mais tem é desunião

    ResponderExcluir