terça-feira, 13 de outubro de 2015

Larissa Tassi, a musa nacional dos animesongs

Larissa em sua performance sertaneja (Foto: Divulgação)

Vinte anos não são vinte dias. E Larissa Tassi, cantora brasileira do anime Os Cavaleiros do Zodíaco, provou com o tempo que pode se eternizar como um dos grandes nomes da nossa anisong (cantada em português, é claro). Ela é a única mulher em atividade a representar o repertório de canções de animes em nosso país. Não é a toa que defendeu as duas décadas de CdZ no Brasil no projeto Cavaleiros In Concert, ao lado de Rodrigo Rossi, Edu Falaschi e Ricardo Cruz.

Antes da invasão de Seiya e cia, no comecinho da década de 90, Larissa participou de vários comerciais de TV e revistas. Fã incondicional de Xuxa, ela fazia shows onde dublava a rainha dos baixinhos. Até que Larissa e William Kawamura (leia e ouça a minha entrevista exclusiva com o cantor) foram escalados para formarem uma dupla que agitou o Brasil com os temas nacionais dos guerreiros de Atena. Já contei um pouco sobre a passagem de Larissa e William aqui no blog.

Após o auge musical de Os Cavaleiros do Zodíaco, Larissa e William participaram do CD "O Mundo Mágico de Beto Carreiro", onde havia participações como da banda Chiclete com Banana. Só a partir de 1999 é que Larissa lança seu primeiro CD, em carreira solo, chamado "Tudo Vai Mudar", que seguia em ritmo de axé (um dos gêneros musicais que estavam em alta no Brasil). Larissa já não estava mais na Sony Music e seu disco não obteve sucesso.

Mas foi na Banda Montana onde a cantora continuou trilhando. Durante cerca de 10 anos no grupo, Larissa foi eleita por três vezes como melhor cantora country. Lá fazia covers de artistas do gênero e ganhou notoriedade e admiração do público. A partir daí, começou a compor canções para a Banda Montana.

Larissa não parou por aí. Chegou a gravar um CD demo a fim de divulgar seu trabalho, que depois acabou caindo na web em seguida. O tal disco é considerado pelos fãs como um "segundo disco solo". Esta amostra tocava o pop romântico. Curiosamente, foi gravada uma versão em português da música "Man, I Feel Like a Woman", da cantora Shania Twain.

Com a acensão do gênero sertanejo por aqui, Larissa deixa a Banda Montana e forma a dupla Larissa e Rafael, onde a loira é a primeira voz. O primeiro CD foi lançado em 2010 e chama-se "Vem Voando".

Por continuar ainda na ativa (em paralelo ao seu repertório sertanejo), Larissa poderia ser - merecidamente - coroada rainha dos animesongs brasileiros. O tempo ensinou Larissa a se redescobrir, musicalmente falando. Sem contar que ela ainda inspira carisma e simpatia por onde passa. Sua caminhada de carreira reflete claramente a determinação que a ajudou a construir os passos.

A versatilidade de Larissa é tanta que um épico dueto com Yumi Matsuzawa seria digno de marcar o encontro das duas intérpretes de "Chikyuugi", canção da saga de Hades. Quem sabe um dia, né?

Nenhum comentário:

Postar um comentário