quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Kamen Rider Ghost começa com imperceptíveis referências às antigas séries da franquia

Ghost convocando sua espada

A 26ª série de Kamen Rider já está no ar. Como é de costume, Kamen Rider Ghost, assim como as últimas séries, começa com muita introdução e sem muita novidade além do que é divulgado nas vésperas da season premiere. Até agora nenhuma surpresa e ainda é cedo pra saber se irá vingar.

Mas o novo herói-título começa com alguns detalhes que talvez fique imperceptível na hora. Já reparou que a sala de Takeru Tenkiju (o alter-ego de Ghost) tem um painel antigo? Então, esse material foi reaproveitado da primeira série da franquia. Mais precisamente utilizada pela organização maligna Shocker. Bem, por ser uma série que antecipa e atravessará as comemorações de 45 anos dos Motoqueiros Mascarados, há mais uma referência ao Ichigô. No caso, é a sua transformação em sua moto, parecida com o mítico primeiro episódio. Fora que sua moto é similar ao de Kamen Rider 555 (Faiz).

Tem mais: Quando Ghost convoca o Gan Gan Saber, a energia do cinto se assemelha a de Revolcane (Metalion) e Flame Sword, respectivamente de RX e Agito.

Tem mais 2: o nome do carteiro que entrega o Eyecon para Takeru é Onodera. Pra quem não sabe, Onodera é o nome de nascimento do saudoso Shotarô Ishinomori (o pai dos Riders) e do Kamen Rider Kuuga alternativo da série Kamen Rider Decade.

Embora as referência, o primeiro episódio já começa com um erro na cronologia. Algo esperado pra quem liga pra esse detalhe. Os dois últimos episódios de Kamen Rider Drive tiveram a participação do novo herói. Tais eventos aconteceriam em setembro deste ano. Considerando que Shinnosuke Tomari foi promovido e começaria a trabalhar no novo departamento em 1 de outubro.

Já em Ghost, o calendário que aparece aponta o mês que estamos vivenciando. Sendo o dia 4 de outubro o dia do aniversário de Takeru. Quando o jovem de 18 anos recebe sua Eyecon, a data do pacote é de 4 de outubro do ano 17 da era Heisei (2005). Sendo que Takeru se torna Kamen Rider no primeiro episódio. Detalhes precisos em cada série, porém um furo ao montar o quebra-cabeça temporal. Velhos fanservices da Toei, né? Algo parecido aconteceu na passagem de Kamen Rider W (Double) para Kamen Rider OOO (Ôzu), quando houve um salto de um ano entre o penúltimo e último episódio do Rider 2 em 1.

O painel da Shocker reaproveitado na nova série

3 comentários:

  1. Ué, mas o ano de 2005 não era o ano que o desaparecido pai do Takeru enviou a Eyecon? E que misteriosamente só chegou 10 anos mais tarde?

    ResponderExcluir