terça-feira, 24 de junho de 2014

Naomi Morinaga, a pequena notável dos tokusatsus

Naomi Morinaga no auge de sua juventude
 como Annie na série Shaider (1984)
Continuando sobre os Uchuu Keiji, antes das estreias dos V-Cinemas Next Generation, hoje vamos falar sobre uma atriz que está de volta para reviver uma personagem querida pelos fãs da primeira trilogia dos heróis metálicos.

Naomi Morinaga, nascida na província Kanagawa no dia 12 de março de 1964, é uma das belas atrizes de tokusatsu que encantam o público masculino com sua doçura e tornou-se um dos maiores sex symbols de sua geração, na terra do sol nascente.

Seus primeiros contatos com o mundo dos tokusatsu foram nos episódios 29 de Taiyou Sentai Sun Vulcan (29 de agosto de 1981) e episódio 22 de Dai Sentai Goggle V (3 de julho de 1982). Naomi foi treinada pela equipe da JAC (Japan Action Club; atual JAE - Japan Action Enterprise) e atuou como Annie, a parceira do Policial do Espaço Shaider na série homônima de 1984. Ela supriu as cenas de ação na forma civil, pois o finado ator Hiroshi Tsuburaya (1964-2001) não sabia lutar. O resultado foi que ela acabou roubando várias cenas de ação durante a série, e com direito à cenas de Panchira -- filmagens que deixavam as calcinhas à mostra e que era comum na época, e deixava marmanjos babando em frente à TV.


Naomi se destacou com sua desenvoltura nas batalhas contra os seres espaciais e chegava a dispensar dublês. Foi um destaque e tanto para uma jovem atriz de apenas 20 aninhos, que escondia tal força por trás de tanta beleza. Naomi podia não passar muito longe de ter um jeitinho de princesa, mas assim mesmo conseguiu chamar atenção do público masculino com sua meiguice e graciosidade.

+ Hiroshi Watari - o lendário herói da Estrela Iga

+ Ponto de Vista - Shaider: uma tentativa frustrada


Naomi como Helen em
Jikku Senshi Spielvan (1986)
O sucesso de Annie foi tanto que o ilustrador Keita Amemiya assumiu o roteiro de um mangá baseado na heroína, antes do mesmo ser consagrado como um dos maiores diretores de cinema e TV.

Naomi passou a atuar em alguns dramas na TV japonesa, até interpretar a personagem Helen na série Jikku Senshi Spielban (Guerreiro Dimensional Spielban ou Jaspion 2: Spielvan no Brasil). Tratava-se da irmã do herói, protagonizado pelo ator Hiroshi Watari, que fora sequestrada junto com seu pai pelo Império Water (Waller no original) e era possuída a se transformar em Herbaira (Hellvira).

A personagem rendeu-lhe bons momentos de drama e suspense durante à serie, e logo passou a ter sua própria armadura -- idêntica ao da heroína Lady Diana. Passando então a se integrar como a primeira Metal Heroine secundária da franquia. A atriz ainda interpretou a lindíssima música "Kanashimi no Helen" (A tristeza de Helen), que era o tema da mesma.


Naomi contracenou com Hikaru "Jaspion" KurosakiKenji "Gavan" Ohba e grande elenco na versão cinematográfica em live-action do mangá Igano Kabamaru, produzida pela Toei em 1983. Participou rapidamente do filme Kamen Rider ZO (lê-se: Zettou), em 1993. A atriz pousou nua em diversos ensaios fotográficos e participou de um drama erótico. Contrariando as boatarias que rolam na tokunet brazuca, ela jamais foi uma atriz pornô.

No Brasil, Naomi foi dublada em 1990 pela carioca Marisa Leal (Baby/Ariel/Dotty) como Annie; e pela paulista Patrícia Scalvi (Elvira/Pérola/Luna) como Helen.

Naomi Morinaga se afastou dos holofotes em 1998 e causou-se em seguida. Agora, após um jejum de 16 anos do meio artístico e 29 depois do final de Shaider, ela retoma como Annie no especial Uchuu Keiji Shaider: Next Generation, previsto para o lançamento em DVD/BD em 7 de novembro.

Aliás, ela não mudou muito para quem chegou à casa dos 50, hein?




3 comentários:

  1. Ela continua simplesmente LINDA, e, olha... EU PEGAVA se pudesse! huauhauh

    ResponderExcluir
  2. Eu também acho que ela continua linda :).
    Orientais parecem que resistem bem a passagem do tempo ehehe.
    Annie foi a sidekick mais atuante dos uchuu keiji.

    ResponderExcluir
  3. Ela é a deusa Amaterasu do Tokusatsu japonês

    ResponderExcluir