segunda-feira, 24 de março de 2014

Surrealismo desfoca no penúltimo episódio de Saint Seiya Omega


[SPOILERS]

O episódio 96 de Saint Seiya Omega, exibido neste domingo (23) pela TV Asahi, fugiu novamente das raízes da série original. Ou seja, não tinha nada haver com Os Cavaleiros do Zodíaco. Parecia um episódio de clímax de Digimon ou algo parecido.

O que dizer da morte de Seiya depois de perfurar o peito de Saturno com a Adaga Dourada? Totalmente besta. É certo que Saturno não morreria tão cedo faltando apenas dois episódio pra terminar a série, mas Seiya foi rebaixado muito fácil. Não entendi aquela passagem da Armadura de Sagitário se levantar ainda em pedaços e logo ser derrubada por Saturno. Seria o espírito de Seiya reagindo? Ou de Aiolos?

Os Cavaleiros do Omega tentaram fazer suas partes, mas logo Souma, Yuna, Haruto e Ryuho foram derrotados facilmente. Sobrou para Kouga e Eden, mas foi tudo em vão. Fora que eles perderam tempo tentando despertar o lado de Subaru, mas parece que a ficha dos novatos não tinha caído quanto ao disfarce do deus supremo.

Aquela hora de Saturno petrificar os humanos na Terra foi bem apelão. Tipo, Saori chamar os espíritos dos Cavaleiros para formar uma armadura suprema do Omega. Foi um episódio forçado para um clímax que estava indo bem até o episódio anterior.

Pelo menos pudemos ver que Shiryu, Kiki e Fudô conseguiram sobreviver depois da Exclamação de Atena. E Ikki retornou das cinzas e mesmo consciente enviou o poder do Omega para ajudar o Kouga. Tava com medo que eles não aparecessem vivos até o final. (rsrs)

PS: Seiya, Kouga e os outros ficaram suspensos no ar por um certo período silencioso. Incrível como eles não sofreram nenhuma asfixia. Freud pode explicar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário