segunda-feira, 31 de março de 2014

Com todos os acertos e erros, Saint Seiya Omega termina com dignidade


[SPOILERS]

Finalmente a série Saint Seiya Omega chegou ao fim. O derradeiro episódio não fechou com chave de ouro, mas de cabeça erguida. Isso depois de tantos altos e baixos que a série teve nestes dois anos que esteve no ar. Fãs com opiniões divididas e tal.

Pra início de papo, Kouga pode ter sido um personagem medíocre durante todas as sagas de Marte e Pallas. Mas tenho que admitir que ele lutou bravamente e me surpreendeu no final. Não posso dizer que ele se tornou uma lenda que chegue aos pés ou supere Seiya. Porém lutou destemidamente.

Alguns furos podem ser destacados como a Armadura de Omega ser destruída praticamente no início da luta contra Saturno; as lembranças de Subaru estarem "adormecidas" e querendo despertar no deus -- como o antigo Cavaleiro de Aço fosse real de fato. Mas nem isso tirou o brilho do clímax. Enfim, a despedida de Saturno lembrou ligeiramente o final do filme Dragon Ball Z: A Batalha dos Deuses.



Sobre as resoluções, achei bem coerente o despojamento de Pallas e Titan para se redimirem diante à sociedade. Harbinger se tornar o Grande Mestre e ficar todo sem jeito pra isso. (kkk) E também a partida de Kouga e Eden rumo ao encontro de suas missões. Agora, gostei mesmo foi da cena final entre Seiya e Saori. Preciso dizer mais sobre isso? ♥



Nenhum comentário:

Postar um comentário