quarta-feira, 5 de março de 2014

Há 32 anos estreava a série Uchuu Keiji Gavan


Depois deste carnaval, tamo de volta ao batent... Ops! Digo, às atualizações. Hoje, quarta-feira de cinzas, é dia 5 de março. Portanto aniversário da série do lendário Policial do Espaço Gavan. Como ainda estou me atualizando desses dias em que estive fora para um retiro, deixo aqui no blog um texto que escrevi há exatamente 2 anos no Facebook (perfil pessoal e grupos sobre tokusatsu). Na época, os fãs de tokusatsu comemoravam os 30 anos do herói, que retornara depois de 27 anos no filme Kaizoku Sentai Gokaiger vs. Uchuu Keiji Gavan: The Movie, em janeiro de 2012. Nem sabiamos nós que ele ainda teria mais uma aventura em Uchuu Keiji Gavan: The Movie em outubro do mesmo ano. Sem mais delongas, segue a matéria:

"Sexta-feira, 5 de março de 1982, 19h30. Estreava mais uma série japonesa, que futuramente, seria o pioneiro de um gênero que marcou um período importante na história dos tokusatsus. Uchuu Keiji Gyaban (宇宙刑事ギャバン, Policial do Espaço Gavan). Na data de hoje o herói comemora seus 30 anos. Para quem não conhece, Gavan é o primeiro super herói do subgênero Metal Hero que foi ao ar no Japão entre 1982 e 1999. Dessa linhagem encontram-se heróis que vestiam armaduras metálicas ou não metálicas (os mais conhecidos no Brasil são Jaspion, Jiraiya, e Jiban.). Além de ser a salvação financeira do estúdio Toei Company, Gavan também é o primeiro da trilogia dos Uchuu Keiji (Policiais do Espaço), que foi sucedido por Sharivan em 1983 (exibido no Brasil pelas redes Bandeirantes e Record nos anos 90), e Shaider em 1984 (exibido no Brasil pela Globo e Gazeta nos anos 90).

A história conta as aventuras de Gavan, filho de um policial do espaço, Voicer, com uma terráquea. O jovem foi treinado no Planeta Bird para se tornar um policial como seu pai. Gavan tem a missão de lutar contra a Organização Criminosa Makku, liderada pelo vilão Don Horror, que visa a humanidade para seus planos malignos. Ao mesmo tempo o herói tenta procurar seu pai que foi desaparecido na Terra há vários anos. Gavan conta com a ajuda do Comandante Qom, sua assistente Marin, e de sua filha Mimi que o acompanha na nave-mãe Dolguiran. Na Terra ele assume o pseudônimo de Retsu Ichijoji e trabalha no Clube de Equitação Avalon. Ainda em nosso planeta ele conta com o atrapalhado fotógrafo Kojiro, que aparece em toda a trilogia.

O personagem-título foi interpretado pelo ator Kenji Ohba, na época com 27 anos. Trabalhou juntamente com Sonny Chiba, o Voicer, no filme Kill Bill Volume 1. Coincidência ou não os dois também fizeram papel de pai e filho no filme. Gavan reaparece na série seguinte Uchuu Keiji Sharivan como um coadjuvante e o braço direito do seu sucessor. Reaparece no último episódio de Uchuu Keiji Shaider reunido com os três policiais recordando os melhores momentos de suas séries. Detalhe: Gavan aparece careca nesse final!

Em 2006 aparece junto com os outros policiais no game Uchuu Keiji Tamashi para o PlayStation 2. Kenji Ohba empresta sua voz ao Gavan, que “revive” 7 dos 44 episódios do programa de TV no jogo.

Em 21 de janeiro de 2012 retorna no filme Kaizoku Sentai Gokaiger vs. Uchuu Keiji Gavan. Um crossover inédito, até então, entre um Super Sentai e um Metal Hero, em comemoração aos 35 e aos 30 anos dos gêneros, respectivamente. Kenji Ohba retorna à pele do policial do espaço aos 56 anos. A armadura de Gavan foi refeita e está bastante polida. Por que não dizer mais bonita que a original? Os efeitos especiais, obviamente, também foram recauchutados. Ainda no mesmo filme Ohba também volta a interpretar seus personagens nas séries Super Sentai: Shirô Akebono/Battle Kenya (Battle Fever J de 1979), e Daigorô Oume/Denzi Blue (Denziman de 1980). Gokaiger vs. Gavan será lançado em DVD e BD no Japão no próximo dia 21 de março.

Gavan estreou no Brasil em março de 1991 pela Rede Globo na extinta Sessão Aventura com o estranho título “Space Cop” (?!), na faixa horária onde atualmente é ocupada pela novela Malhação (argh!). No mesmo ano migrou para a TV Gazeta. A dublagem foi realizada na VTI Rio. Gavan teve as vozes cedidas por Orlando Prado (IN MEMORIAN, Aquaman dos Superamigos) dos episódios 1 ao 3 e por Marco Ribeiro (Yusuke Urameshi do Yu Yu Hakusho) do episódio 4 em diante.

O seriado fez um sucesso quase imediato no Japão e se tornou um cult. É lembrado na França com o nome X-OR (X-Ouro). Gavan pode não ter tido o mesmo glamour no Brasil como teve nosso querido Jaspion, mas para os fãs de tokusatsu tem sua importância por ser responsável da trajetória de 17 anos dos Metal Heroes. Parabéns ao Gavan por seu aniversário!

Jouchakku seyo... Gyaban!"

Um comentário:

  1. PARABÉNS,Cesar....eu gostei e ainda e´ uma homenagem!,os tokusatsus são eternos...eu mesmo,voltei a assistir e to muito feliz!..e,hoje,vamos festejar os 34 anos,do primeiro policial do espaço: Gaban!,abraços...

    ResponderExcluir