terça-feira, 20 de agosto de 2013

Estrelas Lendárias - Rosana, like a goddess


Hoje apresento um novo quadro que também aparecerá eventualmente aqui no Blog DAILEON: é o Estrelas Lendárias. Pra resgatar um pouco da memória de artistas do cenário nacional e internacional que marcaram época e jamais devem ou deveriam ser esquecidos pelo público, seja brega ou seja chique. Hoje falo de uma cantora que cresci escutando suas músicas, aprendi a admirá-la, e quase sempre que vejo as reprises do Globo de Ouro ela tá lá abrilhantando com sua beleza, simpatia e, claro, sua doce voz. Eu tô falando da Rosana (ou Rosanah Fienngo atualmente)!

Rosana começou sua carreira em 1978 na banda de seu pai Aldo Fiengo -- que é de ascendência espanhola -- batizada de Casanova's. O hit era 'Fique um Pouco Mais' que foi tema da novela Pecado Ragado da Rede Globo. Os integrantes da banda chegaram a dar as caras em um dos capítulos do folhetim, onde Rosana estava no vocal.

Rosana despontou mesmo durante os anos 80, onde aparecia em diversos programas musicais da TV, como Cassino do Chacrinha, Globo de Ouro, Raul Gil, etc. Era comum ouvir alguns de seus sucessos em trilhas sonoras de novela como por exemplo a suave música 'Nenhum Toque' de Roda de Fogo (1986), 'Direto no Olhar' de O Salvador da Pátria (1989). Mas certamente o seu maior auge e eternizado até os dias de hoje é 'O Amor e o Poder' da novela A Mandala (1987). O hit era nada mais e nada menos que a versão brasileira de 'The Power of Love' da Celine Dion, que ficou até melhor que a original.

Rosana ficou meio apagada durante os anos 90. Chegou a aparecer em 1999 no Programa do Ratinho do SBT, ainda com a mesma aparência que estava no começo dos anos 90. Cabelos lisos e longos, cinturinha fina e por aí vai. No mesmo programa -- que foi reprisado depois no mesmo ano -- Rosana era convidada para fazer parte do corpo de jurados dos calouros que iam cantar aos sábados. Uma tentativa de resgatar os moldes do Show de Calouros. Lembro que uns marmanjos a chamaram de gostosa. rsrsrs... Molecagens à parte, valeu demais pela volta dela, mesmo que fosse de passagem. Rosana apareceu também em 2007 no programa Rei Majestade do nosso querido "patrão" Silvio Santos (oooeeeeeê!!!). Pra minha frustração, Rosana estava (ainda está na verdade) loira, com botox e lábios bastante carnudos. Nem precisava mexer. Ainda sim mostrou-se invicta e triunfal na história da MPB.



Recentemente, Rosana mudou o seu nome artístico para Rosanah Fienngo (ainda sim eu sempre vou chamá-la pelo nome dos velhos tempos. Não tem jeito). Hoje é evangélica e foi convidada para cantar uma versão gospel da 'O Amor e o Poder' que virou 'Teu Amor e Poder'. O clássico virou um louvor a Deus, porém achei as partes do refrão meio forçadas. Faz parte de qualquer adaptação, né? É isso. Deixo com vocês alguns vídeos de algumas músicas favoritas da Rosana nos anos 80, época em que era uma princesinha de porcelana. :D Essa era pra casar! Cadê o DeLorean nessas horas, hein? kkkk...


Nenhum comentário:

Postar um comentário