quinta-feira, 21 de maio de 2015

Chase é a chave certa para salvação do roteiro de Kamen Rider Drive

O mais novo Rider veio pra desbancar o elenco

O último arco de Kamen Rider Drive, escrito por Junko Komura, procurou deixar de lado o foco da revelação pública do alter-ego Shinnosuke Tomari como o herói-título. Embora houvesse algum resquício de consequência (o que não dá pra largar totalmente do roteiro), os dois últimos episódios mostraram que tal revelação foi uma verdadeira bobagem idealizada por Riku Sanjô e que a série poderia encaminhar sem essa muleta.

Além do arco ter sido de tremenda importância para a expansão da mitologia de Drive - quanto ao passado do falecido Eisuke Tomari (pai de Shinnosuke), pudemos perceber mais do que nunca que Chase é de longe o melhor personagem da série. Quem está acompanhando a série provavelmente não duvida desse fato. Apesar de todo aquele drama sobre sua desmemoriação e empatia por Kiriko terem sido trabalhados na base da enrolação, eis que vemos que o mais novo Kamen Rider tem grandes potenciais.

Com certeza o fato de sua memória ser recobrada será um bônus para que Chase supere o cast de personagens. E não há dúvidas de que haja possibilidades dele roubar cenas ou quem sabe até do protagonismo. Aliás, o Roidmude desbanca com toda a segurança o balanço de Go Shijima (Kamen Rider Mach), que por sinal perpetuará por mais algum tempo como o personagem mais chato de KR Drive. Mesmo que haja o relato de seu pai ter sido o criador dos Roidmude, o irmão de Kiriko não escapa do tédio. Ainda mais agora que ele está sendo manipulado pelos inimigos.

Eu tenho mais expectativas quanto ao Chase do que ao Roidmude 001, uma vez que o drama do herói ganha por ser mais imprevisível do que o grande chefão (a.k.a. Soichi Makage). A tendência é do androide "tocar o terror" (no bom sentido da coisa) e derrubar os demais personagens que carecem de desenvolvimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário