quinta-feira, 12 de março de 2015

Professor Raimundo sem Chico Anysio é um convite ao fracasso

O saudoso Chico como Raimundo Nonato (Foto: Divulgação/Globo)

Saiu na coluna Outro Canal, da Folha de S. Paulo, uma nota que diz que a Escolinha do Professor Raimundo ganhará um revival ainda este ano pelo Viva. Como todos sabem, o humorista Chico Anysio, que deu a vida ao personagem que dizia bordões como "É vapt-vupt" e "E o salário, ó...", não está mais entre nós há cerca de três anos. A solução que a emissora tomou foi convidar Bruno Mazzeo, o filho de Chico, para interpretar o professor.

Nada contra Mazzeo, que vai ter uma baita responsabilidade nas mãos para interpretar um personagem clássico da TV brasileira. Tudo bem que é o filho do saudoso humorista cearense, mas algo pode ficar estranho pelo simples fato de não termos mais o mestre do humor. Não sei se é porque a imagem de Raimundo ficou atrelada ao Chico. São carne e unha. Fica difícil ver outra pessoa interpretar um personagem de um artista falecido. Já tivemos outros exemplos como Marcelo de Nóbrega (filho de Carlos Alberto) interpretar personagens de Roni Rios, como a Velha Surda e Philadelpho, no programa A Praça é Nossa. Uma catástrofe. Isso pra não citar que outros atores interpretarão os alunos da Escolinha nesta nova versão.

É bem verdade que o Viva está na onda de criar revivals de programas extintos da Globo (que estão sendo reprisados no canal da Globosat). Deu certo com Sai de Baixo, em 2013, pela expectativa de ver parte do elenco original voltar como seus respectivos personagens numa continuação. Globo de Ouro, em 2014, foi quase um fiasco simplesmente pela ideia de misturar atrações clássicas de renome no meio de certas atrações pitorescas da atualidade.

Não dá pra se ter uma grande expectativa com a volta da Escolinha sem Chico Anysio. Pode ser que Mazzeo nos surpreenda? Sim. Ainda assim é um risco para o legado de um programa que deu certo no passado (com Chico em vida) e que poderia ficar somente nas reprises diárias. Vamo ver no que vai dar. Isso só o tempo pode responder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário