quinta-feira, 8 de maio de 2014

As teorias sobre os dois Kotaro Minamis - Black e Black RX


Na semana passada eu falava sobre uma possível coexistência entre dois Kikaiders na mesma dimensão dos heróis da Toei Company (leia mais aqui). Dentre essas zoeiras que o maior estúdio de tokusatsu no Japão anda fazendo nos últimos cinco anos, há uma coisa que ainda grila uma boa parcela dos que acompanham as séries japonesas. Em especial, a franquia Kamen Rider.

O assunto é sobre a duplicata do herói Kotaro Minami (ou Issamu Minami no Brasil) que volta e meia dá as caras nos filmes da Toei. Isso vem desde 2009, quando houve a participação do ator Tetsuo Kurata, que voltaria a interpretar o herói após 20 anos do final de Kamen Rider Black RX nos episódios 26 e 27 de Kamen Rider Decade. Originalmente exibidos pela TV Asahi, respectivamente, nos dias 26 de julho e 2 de agosto do mesmo ano.


Na realidade, o duplo episódio mostrava um Kotako Minami de um mundo alternativo (A.R. World) de RX, onde ele procurava por seu amigo Joe Kazumi (também alternativo). No desenrolar da trama, houve um encontro deste Kotaro e do Kotaro do mundo de Black. Os dois alternativos se encontraram no filme Kamen Rider Decade: All Riders vs. Dai Shocker (2009).

Não é a primeira vez que vemos isso acontecer, pois em 1989, no filme Kamen Rider: Sekai ni Kakeru, houve o encontro com as quatro formas de Minami (Black/RX/Robo Rider/Bio Rider). Mas isso é uma outra história e complexada demais pra se tentar entender. Nada que envolva a nossa questão.

Em entrevista à revista Toei Hero Max Special W Cross DECADE, o produtor Shinichirô Shirakura falava sobre uma meta-ficção que diferenciava o Wataru Kurenai da série original de Kamen Rider Kiva do Wataru Kurenai da série do Decade. Ou seja, o Kurenai de Decade é alternativo! O mesmo vale para os dois Minamis e também para Shoichi Tsugami (Agito), Kazuma Kenzaki (Blade), Otoya Kurenai (Dark Kiva), e até mesmo para um Kamen Rider Skull que surge no final do Movie Taisen 2010.

Trocando em miúdos: não vimos nada sobre o Kotaro Minami que conhecemos nas séries originais de Black e Black RX em Decade! Apenas o que seria uma representação do personagem em duas versões alternativas e de distintas personalidades.


Após a "fase Decade", houve mais aparições entre dois Minamis. Como foi o caso dos filmes OOO, Den-O, All Riders: Let's Go Kamen Riders (2011), Kamen Rider x Super Sentai: Super Hero Taisen (2012), e mais recentemente em Heisei Riders vs. Showa Riders: Kamen Rider Taisen feat. Super Sentai (2014).

No primeiro citado, há uma justificativa de que os dois Kotaros vieram de pontos diferentes do tempo. Quem assistiu ao filme, teve que se virar com outro nó cego no juízo pra tentar entender isso. Foi algo similar ao filme de 89. Quanto ao segundo, nos panfletos de divulgação do Super Hero Taisen, havia uma referência de uma luta ente Black e Shadow Moon, mesmo depois de cerca de 25 anos. Supõe-se que como Decade estaria como um dos protagonistas do longa, o Kamen Rider Black que vimos era do mundo alternativo de Black, onde Kotaro jamais teria perdido seus poderes.



É complicado dizer qual é o verdadeiro Minami nas recentes produções da Toei. O mais correto e coerente é dizer que o verdadeiro Kotaro Minami estaria na atual forma como RX. Enquanto o Black seria o alternativo. Somente a Toei Company poderia responder isso. É um caso inusitado que envolve um herói que marcou toda uma geração oitentista (noventista para nós brasileiros). Antes de 2009, sempre que havia uma imagem promocional que reunia todos os Riders, havia apenas um Kotaro Minami. Como RX, já que o Black não existiria mais. Era assim como na ilustração abaixo que fazia parte da comemoração dos 35 anos da franquia dos motoqueiros mascarados.



5 comentários:

  1. Eu vi de uma forma meio diferente... Eu fiquei com a impressão no decade que o RX era o do mundo real e o Black era do mundo alternativo. Digo isso pq teoricamente no mundo real o Black deixou de existir no momento que o RX nasceu. Eu acharia muito válido uma nova temporada Decade explicando isso e outras coisas a partir do ponto que a série terminou, é bom lembrar que a impressão que deu é que assim que os alternativos sumiam os originais apareciam, como o Kiva e o Blade.

    ResponderExcluir
  2. Ai ai esse negocio de universo paralelos dão muita dor de cabeça ^^ (MAs as vezes funciona muito)

    ResponderExcluir
  3. Olá, César! Cheguei ao seu post através do comentário que você deixou no blog do Alexandre Nagado. Li todo seu texto e achei interessante a sua interpretação sobre o tema.

    Esse papo de "universos paralelos" se tornou uma desculpa bastante usual pra tapar alguns buracos, como esse do Kotaro Minami. A teoria possui uma explicação científica ainda discutida pelos físicos que estudam teorias das cordas e buracos de minhoca. Essa teoria diz que existem uma infinidade de universos paralelos nos quais nós também existimos de forma alternativa. Pra cada um desses universos, as coisas não são exatamente como as conhecemos. Exemplo: num universo paralelo, os nazistas venceram a 2ª guerra mundial e hoje a gente exalta Hitler, come cuca-com-linguiça e bebe chope ao invés de comermos McDonalds e bebermos Coca-Cola. Sacas? Existe um seriado estadunidense que é focado nesses paradigmas dos universos paralelos. Chama-se Fringe (tem 100 episódios). Nesse seriado, os personagens também viajam para um universo paralelo no qual acabam conhecendo suas próprias versões alternativas. Sob esse ponto de vista, não temos como afirmar qual é o "universo original" do Kotaro Minami. Dizer que o da série de 1987 é o verdadeiro (o mesmo que se transformou em Black e posteriormente RX) é dizer que aquele do Decade é "falso". Até hoje, o tema "universo paralelo", no campo da física, ainda não é tratado com seriedade (apesar de muita gente defender essa teoria). O que se sabe é que a ficção científica vem comendo bastante nesse prato há anos.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Bruno. Eu tô ligado nessa teoria científica sobre realidades alternativas/paralelas. Inclusive, assim que comecei a ler seu comentário me lembrei de cara do Fringe. Que aliás foi uma boa série do J.J. Abrams. Quanto ao Black e Black RX, a Toei ainda vai brincar muito com isso. Sinceramente, não espero uma explicação plausível por parte da empresa. (rsrs) Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Kkkk sempre me grilou esse ep mas a explicação mais aceitavel é que Issamu é RX pq terminou sendo RX o black veio do passado e tipo o mundo Kamen Rider não é sequenciado o unico q ganhou sequencia foi Black, logo eles dois são da mesma dimensão só não do mesmo período do tempo. Por isso Decade meio q invocava os Riders antigo por outras dimensões.

    ResponderExcluir