sexta-feira, 28 de abril de 2017

Segunda temporada de Kamen Rider Amazons é mais sanguinolento e deixa Heisei Riders no bolso

Amazon Neo

Antes de qualquer coisa, o texto não é nenhum comparativo com os Riders das manhãs de domingo da TV Asahi, principalmente com Kamen Rider Ex-Aid (este está indo bem, apesar dos pesares). É que Kamen Rider Amazons voltou mais violento e mais sanguinolento do que em sua primeira temporada.

Depois de ver os primeiros três episódios, a impressão que fica é que Amazons cumpriu a tarefa que os Heisei Kamen Riders não conseguiram fazer em 17 anos. O enredo está mais violento. Bem mais do que isso, a história está mais adulta (no bom sentido, é lógico) e digna de filme de terror. Tipo daquelas pra você assistir tarde da noite. Imagine aí você ver monstros mantando gente adoidado. É pouco? E canibalismo a mais de oito mil e até olho servido como comida e tripas jogadas ao chão? Tem isso também. Isso é apenas uma consequência do desenrolar da história.

No começo da década passada as séries Kamen Rider tinham uma pegada mais séria e com muita violência. Porém com um certo limite, devido ao horário. Com Kamen Rider Amazons a coisa foi maximizada, principalmente agora na nova temporada. Superando de vez a qualidade da fase iniciada por Kamen Rider Kugga, em 2000.

Por ser uma web série (da Amazon Prime japonesa), o limite de duração e a flexibilização dos elementos são maiores do que estávamos acostumados até pouco tempo. A liberdade do espectador assistir a hora que quiser também conta ao invés de esperar pelo mesmo Bat-horário e no mesmo Bat-canal. Isso também favorece para que a série tenha mais liberdade.

Até agora, o foco da atual temporada (que deve ser a última, se prestar atenção no alfabeto dos episódios) está no novo Rider, o Amazon Neo. Seu alter-ego é Chihiro (interpretado por You Maejima). Aliás, alguns elementos deste Amazon lembram designs dos primeiros Heisei Riders como o cinto e o visor, por exemplo. Bem mais sofisticado que os Amazons anteriores. Por outro lado, dentre os heróis principais apenas Haruka/Omega voltou, além de outros personagens da temporada passada. Por enquanto a história está em introdução. Ainda tem muito água pra jorrar. Ou melhor, muito sangue.

Assista Kamen Rider Amazons se você tiver mesmo nervos de aço e for maior de 15-16 anos. Na dúvida, tire as crianças da sala.

Um comentário:

  1. Eu acho que você se contradiz quando diz que Amazons fez o que os Heisei Riders não fizeram,então você está sim fazendo comparações.Amazons é claramente voltado pro público adulto maior de 18 enquanto os Heisei pro infanto-juvenil. Os primeiros Heisei eram maus sérios por focar mais no público adolescente mas isso refletiu na venda de brinquedos em Blade e Hibiki. A partir daí eles modificaram as séries inserindo elementos do Shonen Manga atual(One Piece,My Hero Academia)chamando gente da area de animes pros roteiros e inserido elementos que atraem as crianças como o visual espalhafatoso e ítens similares a brinquedos cheio de efeitos visuais e armadura de frutas ou videogames que os adultos podem achar ridículo,mas pra uma criança aquilo deve ser maravilhosoe atrativo,e além da Poppy baseada numa cantora idol famosa chamada Kyary Pamyu Pamyu que deve fazer muito sucesso com as crianças. Não tem nada a ver com liberdade e sim com público alvo

    ResponderExcluir