quinta-feira, 20 de abril de 2017

Lucky e Poppy Pipopapo só atrapalham e tem mais é que calar as bocas

Poppy Pipopapo/Kamen Rider Poppy

As séries do bloco Super Hero Time, da TV Asahi, são bacanas. De um lado temos Kamen Rider Ex-Aid que provou que é uma boa série, apesar da aparência esdrúxula dos heróis. Do outro temos Kyuranger, um Super Sentai que, embora tenham mais e mais trambolhos gigantes pra vender brinquedos, tem mostrado que tem uma proposta diferente dos demais esquadrões.

Agora cá entre nós: essa dobradinha se sairia melhor ainda se não fosse por Poppy Pipopapo (Kamen Rider Poppy) e Lucky (Shishi Red), das respectivas séries. Os dois tem coisas em comum. São gasguitos, tentam fazer graça sem serem engraçados e só atrapalham as séries. Poppy tem tido momentos "dark" ao se transformar numa Rider, mas não é o suficiente pra deixar o lado "palhaço que mia toda hora". Já Lucky é aquela coisa chata de quase todo Sentai da década passada pra cá tem. De tempos em tempos soltando um "luck" aqui e um "luck" acolá. 

A solução seria calar as bocas dos dois personagens, colocarem esparadrapos ou qualquer coisa pra eles se aquietarem por um tempo. Aguentá-los não é uma tarefa fácil não.


Lucky/Shishi Red

Um comentário:

  1. Tomará que a adaptação de Kyuranger em Power Rangers não irá ter um Ranger Vermelho idiota como esse aí. E que seja um Ranger Vermelho bem carismático nos Power Rangers.

    ResponderExcluir