quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Algo estranho acontece na exibição e dublagem de Person of Interest

Finch e Reese agora falam português

E a Warner começou a exibir desde a semana passada a terceira temporada de Person of Interest. A coisa já começa errada pela exibição atrasada de 16 meses em relação aos EUA. Sacanagem, hein? Atualmente a série se encontra em sua quarta temporada. Quem acompanha o canal, deve perceber nitidamente a transição que a programação está passando. É que a partir de abril, a pedido da Ancine, a Warner será totalmente dublada e terá parte de sua programação tomada por produções brasileiras.

Não é a primeira vez que POI é apresentada com dublagem. As duas primeiras temporadas já foram reprisadas às tardes com esta versão. Como agora estamos com episódios inéditos - e no horário nobre - está dando para conferir com atenção.

A dublagem da série é boa sim, porém há algo estranho. Nada contra o trabalho de Alexandre Moreno, até porque gosto de suas interpretações, inclusive como Jason em Power Rangers. Simplesmente sua voz é jovem demais para um personagem de meia-idade como Finch. Ficou bem estranho e tomei um susto ao ouvi-lo na narração da abertura. As demais vozes combinaram com os personagens. Mas ainda assim fica estranho assistir um episódio inédito sem o áudio original. Talvez essa transição seja pra nos acostumar com a ideia. Ainda sobre a voz de Finch, esquisito mesmo foi o sotaque que ele ganhou na versão brasileira.

Como eu disse uma vez aqui no blog, priorizar uma dublagem numa exibição inédita pode gerar problemas de atraso na programação, em relação à diferença de periodicidade entre EUA e Brasil. A dublagem poderia ficar numa eventual reprise. Mas a Ancine não deu ouvidos a minha ideia e muito menos dará aos inveterados que acompanham com o áudio em inglês.

Outro ponto obscuro da Warner nessa história é o novo título adotado para o português. Agora a série é apresentada como Sob Suspeita. Nada convidativo, né? Estranho, já que na dublagem o título é Pessoa de Interesse. Tradução direta do original. Mas nada melhor do que chamá-la pelo título que já tinha sido apresentado por aqui desde sua estreia brasileira no final de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário