segunda-feira, 27 de abril de 2015

Você tem certeza que odeia a Rede Globo?

Tem certeza mesmo? (Foto: Reprodução/Globo)

Então, a Rede Globo completou seus 50 anos neste domingo (26) e é motivo pra comemorar. Ora, por que não? Todos assistem a emissora, mesmo que seja pra dar uma zapeada. Fala a verdade. Tudo bem que a Globo foi autora de várias controvérsias históricas. Mas é praticamente impossível a imprensa ou o público geral não se voltar a atenção para ela. Os próprios ajudaram ao longo deste meio século a formá-la como a emissora número 1 do Brasil (como dizia um slogan da mesma nos anos 80) e isso é fato. Mesmo que em certos casos ela não tenha merecido.

Por tudo o que a Globo é e foi no passado, ela carrega uma relação de amor e ódio ou de carne e unha com o público brasileiro. Querendo ou não. Eu já vi muita gente dizer que odeia a emissora carioca e que não assiste de jeito nenhum. Mas de alguma forma ou de outra tá sempre atento ao que acontece por lá e assiste mesmo de alguma forma. E não dá pra tirar a sua importância quanto à historicidade em diversos fatos nacionais e internacionais ao longo do tempo. Ou mesmo de grandes eventos.

Outros dizem pela net afora que órgãos de imprensa criadas por emissoras "concorrentes" não podem jamais falar ou criticar um programa da Globo. Isso é um absurdo, pois a própria liberdade de expressão garante isso e é mais do que válido. Eu mesmo posso apontar falhas e acertos num determinado programa da emissora, como ela também poderia fazer o mesmo com qualquer outra emissora se quisesse. Normal. E pra provar que tal liberdade é recíproca, até o próprio SBT felicitou a Globo numa publicação impressa na semana passada. E é assim como a Globo anda fazendo paródias com programas da emissora de Silvio Santos e até da Record (de Edir Macedo). É só pesquisar e analisar antes que qualquer sentença pra ver que isso é real e o tal tabu está sendo quebrado pela própria Globo com o passar do tempo. No mais: todas as principais emissoras abertas brasileiras amam a Globo e ninguém pode negar. Se elas dão audiência pra Globo, ela também faz o mesmo, até pela nonsense briga pela audiência.

No fim das contas, a Globo sempre foi e sempre continuará fazendo parte da memoria afetiva do público em geral e da nossa cultura pop nacional. Mesmo que você jamais admita isso, também já parou pra ver o que tá passando na programação. Do contrário, quem nunca assistiu, que atire a primeira pedra. Enfim, não dá pra fugir do fato de que a Globo é o xodó do brasileiro, nem que seja só pra zoar mesmo. O Militante Pernambucano (personagem de Marcelo Adnet) que o diga.

Falando de um modo bem particular, posso não acompanhar uma novela global da atualidade (embora eu tenha uma certa apreciação por novelas oitentistas). Mas acompanho o seu jornalismo, que (apesar dos pesares) ainda é o melhor da TV aberta em termos de qualidade e estética. De qualquer forma, vários programas e séries que passaram por lá ainda estão na memória de alguém. Mesmo que este alguém seja um "hater" de uma esquina qualquer.

E uma salva de cinquenta plim-plins.

Um comentário:

  1. Eu não amo nem odeio a Globo. Mas reconheço que é a emissora brasileira que mais chama a atenção.
    Acho que, como todo mundo, gostei de algumas produções globais e não gostei de outras.
    Também reconheço que a maioria dos programas da Globo têm mais qualidade (em termos de produção) do que os da maioria das outras emissoras.

    ResponderExcluir