segunda-feira, 13 de março de 2017

Gantz:O na Netflix


Chegando de surpresa, Gantz:O estreou mundialmente no catálogo da Netflix em fevereiro. Há pouco tempo estava nas salas de cinema do Japão. Por lá entrou em cartaz em outubro do ano passado e arrecadou ¥246 milhões em duas semanas de exibição. Além de vencer no VFX-JAPAN Awards na categoria de melhor filme de animação.

Baseado na série de mangá escrita por Hiroya Oku, Gantz:O mostra uma nova versão de Masaru Kato e companheiros na luta contra criaturas bisonhas que atacam Tóquio num limite determinado de tempo. É preciso acumular pontos para ter mais vantagens. A quem bater 100 pontos, o jogador poderá escolher um dos bônus oferecidos.

A animação foi produzida pela Toho (a mesma de Godzilla, Cybercop, My Hero Academia) teve uma animação perfeita e os personagens estavam mais próximos da realidade. O filme é violento, porém em algumas cenas há aquela sensação de sermos poupados de vermos truculências maiores. Não chegar a ser tão assustador quanto deveria. O roteiro é mediano, mas agrada quem curte filmes de ação e temática apocalíptica. Em compensação, o clímax é tenso e ficamos mais envolvidos com os personagens principais.

Sem opção de dublagem brasileira no momento, Gantz:O pode ser assistido com áudios em japonês e em inglês. Vale destacar que no elenco está a atriz Mao Ichimichi (ou M.A.O) que vem brilhando nos últimos tempos como dubladora em séries de anime e se entregou à sua personagem, a graciosa Anzu Yamasaki. Ela é mais conhecida como a Gokai Yellow na série tokusatsu Gokaiger (versão original de Power Rangers Super Megaforce) e atualmente dubla a personagem Raptor 283, a Washi Pink em Kyuranger.

Nenhum comentário:

Postar um comentário