segunda-feira, 19 de junho de 2017

Após dois anos, Dragon Ball Super finalmente vai começar

O ingênuo Goku (Foto: Reprodução/Crunchyroll)

Depois de tanta enrolação, remakes de filmes recentes e um arco com mais furos que um queijo suíço (Trunks do Futuro, sendo mais específico), já posso dizer que Dragon Ball Super vai começar de verdade após dois anos de sua estreia na Fuji TV. Falando sério, nunca um episódio da série me deixou tão empolgado como o deste domingo (18).

Goku acabou de criar sua próprio "zumbi", tanto para o Torneio dos Universos quanto para a própria trama. Tudo está praticamente imprevisível. Ninguém tem a menor ideia do que pode acontecer por causa do erro de Goku em recrutar Freeza para formar o time dos dez guerreiros do Sétimo Universo. Foi um mal necessário? O tempo dirá.

Por outro lado, Freeza protagonizou um episódio onde promete que Dragon Ball Super pode render momentos catastróficos. O vilão parece não estar perdido numa fanservice qualquer e Akira Toriyama deve ter um propósito com o personagem para os próximos episódios. Que Freeza não é um sujeito confiável, isso todos sabemos (talvez Goku não saiba, né?). Até agora ele matou friamente os assassinos de outro universo, tentou negociar com os deuses e agora planeja dominá-los se aproveitando da ameaça de destruição mediante o Torneio.

Ele é mais que esperto e mais cedo ou mais tarde irá causar um caos dos diabos. Tudo às custas da ingenuidade de Goku. É só aguardar.

PS: Neste sábado terminou a segunda temporada de Attack on Titan. Uma pena que tivemos apenas doze episódios. Pelo menos desta vez pudemos ver simultaneamente pela Crunchyroll (infelizmente a primeira temporada segue inédita no Brasil). Não que estivesse ruim ou coisa assim, mas não me empolguei tanto como na temporada anterior. A terceira temporada foi anunciada e teremos mais Eren, Titãs, e coisas estranhas garantidos para 2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário