terça-feira, 31 de janeiro de 2017

É o fim do canal Wow! Play?

Jaspion ficará fora do ar a partir de março

Ontem o canal de streaming Wow! Play anunciou em sua página no Facebook que o serviço entrará em manutenção e atualização. Segundo o comunicado oficial, os assinantes terão acesso ao catálogo até o dia 28 de fevereiro. Após a data, os clientes não serão cobrados durante a suspensão. Tal período não tem previsão para acabar.

A plataforma lançada pela Sato Company em julho do ano passado surgiu como uma alternativa para suprir a tentativa de agregar as séries tokusatsu National Kid, Jaspion, Changeman, Flashman, Jiraiya e Jiban. Pra quem não acompanhou, o sr. Nelson Sato havia anunciado em maio de 2015 que tinha adquirido estas séries, que anteriormente os direitos estavam com a Focus Filmes. Originalmente, os planos eram levar esse pacote para a Netflix e infelizmente não deu certo.

A Wow! Play poderia ter dado certo, mas alguns fatores levaram a queda:

1) Curta divulgação

O espaço de tempo entre o anuncio oficial e o lançamento (que aconteceu no Anime Friends 2016) foi de poucos dias. Não deu tempo para acostumar e tentar conquistar o público alvo.


2) Conteúdo limitado

A Sato Company detém direitos de vários programas ocidentais e principalmente orientais. Algumas delas já passaram pela Netflix e outras atualmente se encontram por lá como Devil May Cry, Diabolik Lovers, etc. Porém é curto se comparado aos catálogos de outros canais de streaming como Netflix e Crunchyroll, que sempre atualizam seus acervos com novidades e até títulos que eram inéditos até pouco tempo.


3) Clássicos batidos

Jaspion e cia tem importância na história do tokusatsu no Brasil. Mas a verdade é que esses clássicos estão bastante saturados, todo mundo assistiu, sabe de cor a ordem dos episódios e fica mais difícil trazer novas séries apostando em séries antigas.


4) Precisa de divulgação mais ousada

Falta expressividade no mercado e uma aproximação maior do público. Infelizmente a Wow! Play tem poucos assinantes e, por incrível que pareça, muita gente não ouviu falar do canal e ainda está esperando ver Jaspion e cia na Netflix (que não deve acontecer tão cedo). A divulgação poderia ser mais ousada como os demais canais de streaming, que trabalham com nichos específicos de público.


5) Ainda não é o fim

Nada confirmado ainda, mas isso pode ser um indício. Talvez o jeito é continuar apostando na Netflix e na Crunchyroll. Ambas vem crescendo e ainda são alternativas para os títulos da Sato Company sobreviverem no mercado. De qualquer forma, fica a torcida pra que a situação se reverta.

3 comentários:

  1. Acho que é mais fácil Sato colocar coisa no Looke agora.

    ResponderExcluir
  2. Por mim pode ficar em manutenção pra sempre.....kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. O jeito é apostar em séries novas como Kamen Rider Gaim e etc

    ResponderExcluir