sábado, 21 de janeiro de 2017

Danilo Modolo está certíssimo: a culpa é de quem baixa ilegalmente séries tokusatsu no Brasil

Danilo disse que temos que comprar e consumir materiais legalizados (Foto: Reprodução/TokuDoc)

O canal TokuDoc, do meu camarada Danilo Modolo, voltou nesta sexta (20) após de um período de férias de fim de ano. Uma coisa que dividiu o público na edição de notícias foi quando ele fez um comentário sobre o lançamento de Carranger nos EUA. Lá ele chamou atenção de quem vive reclamando na nossa tokunet por "não ter mais tokusatsu no Brasil" e que baixa ilegalmente o mesmo conteúdo que é encontrado em meios oficiais como home-vídeo e streaming. Logo se instalou uma polêmica por parte de quem faz isso mesmo e que não dá o braço a torcer na hora de apoiar materiais legalizados de tokusatsu.

Ué, mas Danilo falou apenas verdades. Na dúvida, é só fazer um balanço entre a cultura tokusatsu por aqui e nos EUA pra ver como há um abismo gigantesco. Tirando a prova dos nove vamos ver que lá nos States os fãs apoiam mesmo, não tem essas frescuras de botar defeito e dizer que serviços com preços irrisórios são "caros". Eu mesmo disse várias vezes e repito novamente: as fansubs dos EUA são exemplo pro mundo. Pois sempre que uma determinada série ou filme chega por lá eles deletam os links e apoiam o novo material no mercado. Aqui no Brasil a coisa está engatinhando e muita gente custa pra entender que isso é extremamente importante pro estilo que tanto defendemos e que o elemento-chave que está em jogo é o nosso RETORNO pra que mais séries venham mais e mais. Sem retorno, nenhuma distribuidora vai querer investir no produto.

E os detratores de plantão seguem fazendo aquele mimimi dizendo que Danilo difamou as fansubs e coisas do tipo. Pura bobagem. Não só ele como outras pessoas e meios ligados à divulgação do tokusatsu vivem conscientizando sobre esse problema. Eu sou um dos tais e de dois anos pra cá ainda tem gente que acredita que sou contra fansubs por isso (sendo que jamais escrevi tal absurdo neste espaço).

Por partes: o assunto não tem nada a ver com séries que estão fora do mercado no Brasil como Kamen Rider (ou seja, não tem direitos no país), por exemplo. E sim sobre séries que estão por aqui sim e são copiadas descaradamente por algumas fansubs. É preciso deixar bem claro que não são todas e já vi algumas do mesmo ramo que apoiam materiais legalizados no Brasil assim como os norte-americanos.

Quanto ao Carranger, a série Super Sentai chega aos EUA e antes disso os fãs gringos só conheciam através das fansubs. Não é porque tem fã que vai adquirir o novo material que ele seja ingrato com quem ajudou a divulgar quando não se tinha mercado. No Brasil só vai chegar quando alguma distribuidora reconhecer o quão rentável isso pode ser ou não. Depende só da gente e de mais ninguém. Consciência. Bom, que tal parar com essa birra e começar a repensar seus conceitos?

8 comentários:

  1. Perdoe-me por discordar de você, eu assisti ao vídeo mencionado e também vi você comentando lá a favor do que o senhor Danilo Modolo afirmava com tanta veemência, mas acho uma analogia no mínimo covarde (ou inocente) querer comparar o poder de compra de um americano com o nosso (cálculo feito através de uma conta simples de regra de três sobre às horas trabalhadas) nisso sem falar que porque um indivíduo quer ASSISTIR a série não quer dizer que ela quer tê-la adquirindo um DVD original, são coisas distintas, ou você acha que se alguma série como Stranger Things da Netflix só tivesse saído em formato Home vídeo teria tido o alcance que teve?
    O mercado é de consumo é muito complexo e está mudando gradativamente, basta ver a crise que as tvs abertas estão passando, por isso querer discutir com argumentos como os que ele (Danilo) usou e de forma tão rasa não leva a lugar nenhum, a não ser a polêmicas desnecessárias. isso sem falar que o próprio já indicou (e incentivou) seus inscritos a comprar DVDs Piratas. Um tanto quanto hipócrita não acha?

    ResponderExcluir
  2. Argumento muito ultrapassado, os fatores são outros e o download pelos fãs é só mais um deles. Esse Danilo é tão hipócrita que fez propaganda de um produto ilegal vendido no Brasil e por ventura vende a maioria das séries licenciadas no Brasil. O cara se acha o Deus do tokusatsu mas ele precisa rever os seus conceitos e rápido.

    ResponderExcluir
  3. Alex, então vamos comparar os preços dos DVDs americanos com os brasileiros pra simplificar? O DVD de Carranger custa $42,99. Convertendo em Real vamos ter atualmente cerca de R$ 136,00. Ou seja, é mais caro que o mais recente box de Ultra Seven, por exemplo, que custa R$ 99,00. Lá os DVDs são caros e vendem porque o público consome mesmo e apoia sem desculpas. Já aqui no Brasil a coisa é dividida. Tem quem compre e tem quem pede por produto oficial e não apoia. E isso não é de hoje. Comprar DVD ou BD não é uma obrigação. Mas copiar um material que está no mercado e que tem direito num determinado país é pirataria.

    Quanto ao seu exemplo sobre o Stranger Things, que empresa vai lançar uma série nova direto-para-vídeo? É um tiro no escuro. Por isso a forma mais viável e mais rápida é o streaming. Querendo ou não, o poder de escolha é maior e o espectador só tem a ganhar. E o Stranger Thinks tem o sucesso merecido que tem porque a Netflix sabe investir num marketing pesado (pelo menos com suas principais séries exclusivas) e vários elementos de filmes clássicos dos anos 80 estão lá. Ainda sobre streaming, muita gente bota dificuldade e diz que 15 pilas é "caro". Isso é um preço que um marmanjo pagaria por um brinquedo de Kamen Rider, Super Sentai ou Ultra no Japão. Agora, sejamos honestos, tem gente que paga mais que o dobro pra ver o Star Wars em IMAX e ninguém reclama. Fato.

    Sobre o episódio do DVD pirata, isso foi numa outra época e o próprio Danilo (somos amigos) sabe que fui contra. O mundo dá voltas e cada um é livre pra mudar de opinião. Tanto que depois ele entendeu a importância do mercado logo após.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Bom dia! Então, César... eu fui um dos que criticou a contundência que o Danilo utilizou no referido vídeo do último dia 20. Como você mesmo citou, o próprio Danilo tinha essa mentalidade e a modificou graças a argumentos, conscientização e diálogo. Não foi levando "porrada" (atenção para aspas) que ele mudou. E é a mesma coisa com os que hoje não entendem. Sou fã do trabalho dele. O acho bem articulado com as palavras e sei que ele pode fazer melhor do que ele fez no vídeo para fazer com que todos entendam a importância da consumação legal. Mas, percebi pelos seus vídeos que ele é um cara esperto e antenado na Tokunet. Tenho certeza que em breve ele deve fazer um vídeo de conscientização bem bacana para ser exibido no canal. Tenho certeza de que tudo irá se resolver da melhor maneira possível. Abraço.

    ResponderExcluir
  5. Antes de começar, vendo sobre o comentário do cesar sobre o preço de um brinquedo, vai pensando que é assim Haushaushausahusahsuahsuhasuahsuha É a mesma coisa dos preços dos brinquedos de qualquer pais, só um belt dos kamen riders é equivalente a uns 100, 150 no max

    Voltando ao assunto, eu diria que eu ainda estou neutro sobre isso, mas tenho que aceitar isso, isso daí do pessoal falando "Sei que lá o que tá desmerecendo as fansubs e tals..." já é frescurite( é quase o mesmo patamar de leite com pera do pessoal que fica enchendo o saco dos atores no perfil), do que adianta o pessoal pedir para lançar as séries se ninguém compra, consume de forma oficial ??? só Fode o mercado (desculpe o palavriado e vai acabar escapando sem querer novamente) Ainda mais, eu conversei sobre isso com uma colega de curso de teatro ( sim, ela é tradutora de dublagens) E do jeito que ela disse mesmo que algumas fansubs que são a favor do lançamento oficial & etc... mesmo assim ela fica nervosa "nervosa é pouco pra ela kkk" sim mas fica brava com a parte da pirataria, já que nenhuma emissora, produtora, distribuidora e etc se interessam pelas séries nem se nós criarmos uma petição gigantesca, isso não dá a mínima, pq a demanda tá baixa ( isso nas palavras dela) mas mesmo assim, temos que aumentar a demanda, seja via WOW Play, Netflix, Crunchyroll E Etc... Temos que ganhar força pra trazer para o Brasil de forma oficial ( e não feito a Rede Brasil que mesmo sem a "Aprovação" da detentora passou os tokus e animes ao ar).

    Talvez eu possa estar errado sobre isso mas, temos que correr atrás e fazer isso não via pirataria mas aumentar a demanda & sacrificar nossa grana se possível ( sei que estou sendo hipócrita mas é isso que temos de fazer...)

    ResponderExcluir
  6. Canal Msamuraibruno. Usei o exemplo dos brinquedos por ser barato no Japão. Obviamente fica caro em outros países por causa dos impostos. Como não vem produtos licenciados pra cá, paga-se um "ingresso de cinema" por mês no investimento, que é barato. Infelizmente são poucas as distribuidoras que querem tentar investir em séries e filmes tokusatsu. As mesmas poderiam ter retorno se o público em geral valorizasse. Por isso que eu, Danilo e tantos outros batem nessa tecla. Felizmente as fansubs estão acordando pra essa realidade e espero que elas sigam o mesmo exemplo que acontece fora do Brasil. Não vejo isso como hipocrisia. Se a gente gosta de uma determinada série, vale o esforço. Mas tem coisas que estão no Brasil que não fazem cócegas ao bolso.

    ResponderExcluir
  7. Dizem que o danilo mudou mas, continua a recomendar um fansub que tem eu seu site todas as séries licenciadas no Brasil. Ai, ai, ai!

    Segue print: http://i.imgur.com/Yp1K5No.png

    ResponderExcluir
  8. Ninguém está sendo contra fansubs, Meteor. Aliás, a Tokushare e a Planet Satsus eram formalmente suas parceiras combinadas. E como o próprio Danilo esclareceu na fan page do TokuDoc, elas continuam atuando nos bastidores. Ah, é preciso que se diga que a Planet Satsus entendeu que copiar material legalizado no Brasil não ajuda em nada e tomou os gringos como exemplo. Apagou os links dos mesmos e continuam a divulgar materiais não-licenciados. E olha que eu já falei isso há tempos aqui no blog e ainda tem gente que tem a ilusão de que eu sou contra fansubs. Mas deixa assim pois eu não quero acabar com a inocência de ninguém, né? :)

    ResponderExcluir