segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Episódio nostálgico de Dragon Ball mostra o quão Kuririn era fraco

Kuririn no episódio em que é morto por Freeza em Dragon Ball Z (Foto: Reprodução/Crunchyroll)

Geralmente esses episódios de epílogo não acrescentam muita coisa, mas este de Dragon Ball Super, deste domingo (29), foi muito legal. Tá certo que Akira Toriyama tem investido em alguns elementos das duas primeiras séries clássicas (teoricamente Dragon Ball GT se passa depois da série atual) e só agora os principais vilões voltaram, mesmo que sendo uma ilusão. O engraçado é que o antigo Vegeta também estava no meio.

Este arco serviu para mostrar que o quanto Kuririn era fraco. Tá certo que ele é carismático e todos nós gostamos dele. Mas o ex-monge nunca foi um guerreiro à altura de Goku e os demais, apesar de sempre ter sido esforçado. As tais ilusões serviram como provação para Kuririn desafiar seus próprios demônios e superá-los de uma vez por todas.

Este foi um dos melhores episódios de Dragon Ball Super, ainda que simples e como tapa-buraco que antecede a próxima saga. Legal ver Kuririn com a cabeça raspa de novo como nos velhos tempos e agora mais confiante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário