quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Anime na Netflix: O Rapaz e o Monstro


Em julho de 2015 estreou nas salas de cinema do Japão a animação O Rapaz e o Monstro. Produzido pela Toho e dirigido por Mamoru Hosoda (que já trabalhou com Digimon, Dragon Ball, One Piece, etc), o filme mostra uma dupla bem improvável, mas com uma bela lição de companheirismo.

Ren é um garoto de 9 anos que um perdeu sua mãe, com quem vivia desde o divórcio de seus pais. Após fugir de casa, Ren descobre uma passagem para um mundo paralelo chamado "Reino das Feras". Neste lugar há dois rivais em potencial - Kumatetsu e Iozen - que disputam pela sucessão do Grande Mestre que está prestes a se reencarnar como divindade. Kumatetsu e Ren se conhecem e ambos não se entendem muito bem. Porém há uma forte empatia como se fossem pai e filho. A fera decide criar o garoto e treiná-lo. Assim, Ren passa a ser chamado de Kyuta e se prepara para tornar o seu sucessor no futuro e ser um lutador tão bom quanto seu mestre.

O Rapaz e o Monstro é carismático e alguns momentos tem uma pegada que lembra um pouco animações da Disney e da Dreamworks. Isso, pelo menos, na primeira metade do filme. Na segunda a trama começa a engrenar e amadurecer com a revelação de um inimigo poderoso que impressiona e dá bastante trabalho. Mudando totalmente o rumo da história, afim de mostrar o crescimento de Ren/Kyuta enquanto enfrenta o seu passado. Durante este ponto, a amizade entre Kumatetsu e Iozen é provada à superar esse obstáculo. Apesar de ser meio violento, O Rapaz e o Monstro pode ser apreciado com a família por tratar de valores inerentes. Simplesmente incrível.

Vencedor da categoria de melhor animação do ano pelo Prêmio de Academia do Japão, O Rapaz e o Monstro foi dublado pela Unidub (estúdio de Wendel "Goku" Bezerra) que mais uma vez fez um trabalho de qualidade. Apesar do nome proposto pela distribuição, a dublagem registrou o título como Filho de Monstro. Talvez esse seja a última participação de Fábio Lucindo em dublagem de animes antes de sua viagem para Portugal. O que leva a crer que os trabalhos foram realizados ainda no ano passado, logo após o lançamento japonês. Mauro Castro, que agora é o dublador brasileiro oficial de Camus de Aquário em produções recentes de Os Cavaleiros do Zodíaco (substituindo o saudoso Valter Santos na franquia da Toei Animation), interpretou Kumatetsu. Sua interpretação caiu com uma luva. Outra voz em destaque no filme é de Leonardo Camilo, o Ikki de Fênix em Cavaleiros, interpretando Iozen, o rival de Kumatetsu.

O Rapaz e o Monstro está online oficialmente via streaming pelo canal Netflix desde o dia 19 de outubro de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário