domingo, 27 de novembro de 2016

Alexandre Nagado sofre ataque de ódio na internet

Nagado com o Ultra Olho de Ultraseven (Foto: Divulgação/Tatisatsu)

Neste fim de semana Alexandre Nagado, ex-redator das revistas Herói e do site Omelete, foi vítima de um injusto ataque de ódio na internet por um tal de Glauber Gleidson que postou em um grupo no Facebook sua revolta contra Nagado e com prints de sua conversa com ele pelo Twitter:

"Alexandre Nagado é o senhor da verdade absoluta em humilhar artistas amadores. Este senhor se julga o grande hokage do mangá nacional ao se considerar o Deus do Mangá no Brasil. Anos 1990 só ele se destacava porque não havia concorrência. Pasados 20 anos, sua mentalidade mesquinha e desprezível para com iniciantes. Não sei como a ABRADEMI - e tantos conluios - Fazenão abre os olhos para nós, o proletariado, os excluídos, os "leprosos" que deixam de dormir, de comer alimentando um câncer malígno chamado "mangá".
Neste quase 20 anos de cultura pop japonesa no Brasil, era para haver renovação no segmento. Houve? Porra Nenhuma. Muitos desenhistas de mangá hoje se conerteram ao protestantismo, casaram, viraram políticos do PT, executivos de empresas de consultoria para pagar contas de água do SAAE (ou Sabesp), luz, telefone, celular, taxa da escola particular dos filhos aborrescentes. Sonhar no Brasil é gratuíto. Frustrar-se com os sonhos gratuítos é caro. Digo isso que é mais fácil ser pastor, político PTista (meus sinceros respeitos aos meus amigos militantes do Partido dos Trabalhadores), contrabandista do que artista. Sem falar que pessoas sem o menor pingo de sensibilidade e generosidade matam os sonhos e o talento dos mais pobres que alimentam utopias pessoais. Vi muitos desistirem e se perder as aventuras da vida comum.

Ele - e muitos como ele - acha que o brasileiro não precisa de artista, não precisa de cultura; ele já consome cultura enlatada importada já pronta. Não precisa se sacrificar para fazer um bom livro, ou uma boa série de quadrinhos. E este senhor acha que nós, pobres e pretos não temos competência intelectual para fazer bons livros, boas filmagens, boas canções. Faltam homens que ensinem o melhor caminho a seguir. Sobram canalhas que pisoteam em nossa dignidade e cospem em nossas feridas.


Quem não tem voz, que me siga! Antes berrar na orelha dos burgueses do que gemer de frustração de barriga vazia. Faremos a revolução!
"


O textão odioso de Glauber


Esse é mais um episódio de "hateria" na internet. Infelizmente há pessoas que estão começando ou percorre a estrada há vários anos e não tem humildade em aprender e ouvir críticas (mesmo que sejam construtivas). Isso ajuda a melhorar em qualquer trabalho. De modo bem particular, quando comecei no rádio eu aprendi que ninguém sabe de tudo a não ser Deus. Até na velhice iremos aprender coisas novas. O mesmo vale pra quem ainda não enveredou para o lado profissional. Nagado apenas deu sua opinião como profissional da área de quadrinhos e sem ofensa alguma. É como um professor que está ensinando o seu aluno naquele momento. Mas é lamentável que algumas pessoas - em pleno século XXI - interpretem isso como uma ofensa pessoal e acabam espalhando ódio por aí de forma patética. Crítica e calúnia são coisas totalmente diferentes e bem confundidas nas redes sociais. Todo e qualquer tipo de difamação está previsto no artigo 139.

Fica o registro do meu apoio para Nagado, um dos maiores divulgadores da cultura pop japonesa no Brasil.

PS: Recentemente o entrevistei aqui no blog onde ele fala sobre a mais nova edição do Almanaque da Cultura Pop Japonesa e mais assuntos ligados a anime e tokusatsu.

Um comentário:

  1. Quero dizer que se o Nagado falou q ta fraco é porque reralmente deve estar, ja mostrei cesboços meus de um sentai ao Nagado ele foi honesto esusto ao falar quesentai não era o forte dele mas que estava bom mas talvez o mercado brasileiro não aceitasse um sentai quadrinhos ou que seria dificil levar pra frente( principalmente porque não sei desenhar nada e precisaria de um estudio pra desenhar e alguem pra criar os dialogos )o Nagado é uma pessoa soliciata, conhece o mercado de cultura pop brazuca ( até hoje amo a historia dele do retorno do monarca la deus, até o questionei sobre a pink flash roxa em allgumas hq's hahahah

    ResponderExcluir