quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Pitaco - Rebobina estreia com momentos contrangedores

DJ Zé Pedro e seus convidados do primeiro episódio (Foto: Divulgação/Viva)

Depois de muita divulgação, finalmente estreia no Canal Viva o programa Rebobina, apresentado pelo DJ Zé Pedro. O mesmo que dividiu espaço com Adriane Galisteu nos programas Superpop (1999~) e É Show (2000~), respectivamente nas emissoras RedeTV! e Record. O programa tem como objetivo desenterrar determinados assuntos da gloriosa e longínqua década de 80.

E o primeiro de cinco episódios, que foi ao ar nesta quarta (14), teve alguns momentos acima do trash. O que foi Zé Pedro fazer chamada para o break comercial e começar a dançar de repente o tema principal do filme Flashdance, "Flashdance... What a Feeling" da cantora Irena Cara? Algo estranho. Mais bizarro ainda foi quando em seguida a cantora Silvia Machete jogou um balde com confetes no apresentador. Nonsense puro.

O cúmulo da tosquice mesmo foi um quadro onde os convidados tiveram que fazer confissões (a la polícia) quanto à coisas que eles fizeram na época e tem guardam vergonha nos dias de hoje. Quem caiu vermelho mesmo foi Nelson Freitas quando disse que já usou gravata de croché. Ok, quem precisa saber ou tentar se lembrar desse tipo de coisa? Mico total. Sem contar que a atriz Letícia Spiller ficou visivelmente sem jeito em toda a edição e se perdia em alguns casos. Ela tentava dar uma disfarçadinha, mas não deu.

Fora isso, o programa tem uns pontos legais. Debateu momentos da chamada "geração dourada" e destacou músicas como "Menino do Rio" de Baby do Brasil e filmes com as participações do ator André De Biase, por exemplo - incluindo a série de TV Armação Ilimitada. O problema é que o programa tem duração de meia hora e tudo é muito rápido. Poderia ter o dobro do tempo como foi naqueles episódios especiais do extinto Reviva em 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário