quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Dramas na Neflix: Hibana e Good Morning Call

Hibana: Spark

O meio do ano foi agitado para Netflix que lançou e ainda vem lançando várias séries de drama oriental. Tanto coreanas quanto japonesas. Apesar da divulgação tímida desses títulos, o canal de streaming vem produzindo mais títulos exclusivos. Aproveitei minhas férias para descansar, tirar de vez o atraso e me atualizar sobre estes novos lançamentos.

O primeiro da lista foi Hibana: Spark, de apenas 10 episódios. A série é baseada na obra original do novelista Naoki Matsyoshi e do poeta Haiku, cujo título publicado pela revista japonesa "O Mundo Literário" ganhou o 153º Prêmio Akutaga. Além de ser indicada para o 28º Prêmio Mishima.

Esta atração conta com os atores principais Kento Hayashi (que participa do filme live-action do mangá Erased) e Kazuki Namioka (participou dos filmes Patrulha Estrelar, Zebraman 2, Ace Attorney e também em séries tokusatsu como Justirizers, Lion Maru G, Kamen Rider Den-O e Kamen Rider Gaim). O primeiro interpreta o jovem Tokunaga, que ao lado de seu parceiro formam uma dupla de comediantes manzai chamada Spark, que não bem sucedidos (e com piadas forçadas e sem graça alguma no começo). E o segundo interpreta Kamiya, um veterano em comedia do mesmo estilo que forma uma dupla chamada AhondaraComo aspirante, Tokunaga pede para Kamiya ser o seu mestre. Desde que cumpra um certo acordo entre eles.

Inicialmente Hibana: Spark pode ser cansativo. A dramatização é carregada, melancólica. Porém, reflexiva. Salvo uns poucos momentos de insanidade de Kamiya. Mas duas coisas prendem atenção do público. Uma é que você quer saber como acaba a jornada de Tokunaga para alcançar uma carreira reconhecida de comediante. E a outra é o fato da série retratar a dificuldade de tais artistas a trilharem e se manterem no showbiz. O que não é fácil pra ninguém nesse meio artístico ou em qualquer outro no Japão. Por isso não dá pra desistir de cara no primeiro ou no segundo episódio. Não é melhor que Atelier (o primeiro J-drama exclusivo da Netflix), mas é um título que vale a pena conferir. Principalmente se você é inveterado em programas do gênero.


Good Morning Call

Outro título recente do catálogo é a comédia romântica Good Morning Call, estrelada pelo ator Shunya Shiraishi (o Kamen Rider Wizard da série-homônima de tokusatsu da Toei Company). Junto com ele estrela a atriz de 17 aninhos Hakura Fukuhara (interpretou Lady no summer movie de ToQger). Esta é uma adaptação do mangá de Yue Takasuka, publicado pela editora Shueisha entre 1997 e 2002.

Fukuhara e Shiraishi vivem respectivamente Nao Yoshikawa e Hisashi Uehara. A garota tem que se virar para morar sozinha e se sustentar enquanto está cursando o segundo ano do ensino médio. Só que por engano, ela é vítima de um golpe. O aluguel da sua nova casa coincide com o mesmo apartamento de Uehara, conhecido como o garoto mais popular e idolatrado da escola. A única saída que eles encontraram é morar juntos em segredo (sem segundas intenções). Conforme o desenrolar da trama, ambos se apaixonam e mantém suas próprias aparências e até fingir um relacionamento sério. Apesar dos pesares, um carrega sentimento pelo outro e vice-versa, porém ambos tentam não assumir.

Good Morning Call passa a ter várias reviravoltas com a chegada de Yuri que foi o grande amor de Uehara no passado. Yuri é interpretada pela atriz Erika Mori, que trabalhou na série Kamen Rider Hibiki como Hitomi Mochida e Hitoe (esta última foi personagem exclusiva do summer movie deste motoqueiro mascarado de 2005), além de interpretar Chiharu no filme Kamen Rider The Next (de 2007). Outro nome das séries Kamen Rider é o ator Dori Sakurada, o NEW Den-O dos filmes de Kamen Rider Den-O. Dori, que também estrelou em Atelier, vive um personagem filler chamado Daichi, que carrega um amor não-correspondido por Nao. Inicialmente Daichi parece não ter muita influencia na história até determinado ponto da série onde ele rivaliza sem piedade contra Hisashi. Curiosamente, há mais atores de Kamen Rider na série, como a atriz Moe Arai (do filme Kamen Rider Decade: All Riders vs. Dai-Shocker), Shugo Nakashima (de Kamen Rider Fourze e Kamen Rider Drive).

Se você gosta de comédias como Itazura na Kiss, vai curtir bastante Good Morning Call, dar boas gargalhadas, se emocionar e roer as unhas com as surpresas que surgem em cada episódio. Divertidíssimo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário