segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Versão de O Renascimento de 'F' em Dragon Ball Super é forçada e não tem fator nostalgia do cinema

Freeza em Dragon Ball Super

Freeza voltou em Dragon Ball Super. Na realidade trata-se do remake do último filme de Dragon Ball Z lançado nos cinemas neste ano, tanto no Japão quanto no Brasil. O Renascimento de 'F' superou o filme anterior, A Batalha dos Deuses, que resgatou o lado cômico da primeira série de DB e que havia sido perdido ao longo de DBZ.

O Renascimento de 'F' é um filme espetacular que remete toda uma nostalgia dos tempos em que assistíamos a série Z no finalzinho dos anos 90 para início do ano 2000. Só que infelizmente não é essa a impressão passada no remake em DB Super. No começo pensava-se que a saga poderia seguir rápido pelo jeito que começou. Era de se esperar que alguns fillers surgissem, como aconteceu na saga anterior que refez o penúltimo filme de DBZ no cinema. E são esses mesmos fillers que estão matando O Renascimento de 'F' na TV japonesa.

Primeiro de tudo, Ginyu retorna do acaso e troca de corpo com Dagoma, um dos novos servos de Freeza. De longe, um retorno dispensável que não contribuiu em nadaà trama. Ninguém sentiu saudades dele e sua volta não causou impacto algum. Foi um filler por filler. O vilão - que havia retornado como o mesmo sapo por qual trocou de corpo acidentalmente - foi derrotado fácil fácil por Vegeta.

O pior de tudo foi ver Gohan sendo massacrado/torturado por Freeza, mesmo estando transformado em Super Saiyajin. Tudo bem que Gohan treinou pouco e não teve tanta dedicação devido aos estudos. Mas foi forçado e bestial. Até Piccolo saiu dessa ferido e com muita facilidade pra um guerreiro de grande força como ele. Não dá pra entender essas rendições bobas.

Como se isso não bastasse, o clima de nostalgia acabou dando lugar ao tédio. No episódio deste domingo (20), Goku e Vegeta lutaram contra Freeza e foi uma enrolação só. O que foi aquela zoeira do Vegeta bater palmas quase sem parar? Parecia que ele queria fazer ora com a cara do Goku fazendo pensar que iria voltar pro lado de seu antigo general. Olha, isso não teve muita graça.

Dragon Ball Super anda muito estranho ultimamente e a vontade é de que o final da atual saga de Freeza acabe logo. E ainda bem que a próxima saga, God of Destruction Champa, está certa pra janeiro. Finalmente algo novo a ser explorado na mitologia de Dragon Ball e eu estava esperando há meses por isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário