terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Ultraman X encerra sua saga sem pretensão de emocionar

Ultraman X em mais uma batalha

Ultraman X chegou à sua reta final nesta terça (22) e ao longo dos últimos cinco meses conseguiu fazer um pouco mais que Kamen Rider Drive, Kamen Rider Ghost, Ninninger e Garo juntos. Tudo bem que a série foi simples em roteiro, mas a produção chamou a atenção do público que acompanhou com uma trama básica, agradável e com efeitos visuais melhorados. Teve episódios marcantes como os retornos dos Ultras Zero, Max, Ginga, Victory e Nexus. Aliás, a aparição deste último foi o melhor dentre as participações dos heróis veteranos - de outros multiversos - por colocar a bela segunda capitã Sayuri Tachibana como a sexta hospedeira de Nexus e dramatizar quanto a realidade de sua família que mora fora do país.

X (leia: "éks", X em inglês) não teve um final grandioso como deveria. Isso era até esperado pela simplicidade que a série já carregava. Não que isso fosse ruim, mas talvez a pouca duração de 22 episódios não ajudou a ter um final que chegasse perto do nível de Ultraman Mebius, por exemplo, que enfatizou muito a união da humanidade e a amizade dos companheiros da GUYS. O final de Ultraman X serviu mais como "caça-níquel" e sem tanto esforço. Foi simples demais, porém com 
valor de uma série Ultra.

Infelizmente, Daichi e Asuna não tiveram um romance trabalhado como queríamos. Não foram Dan e Anne, Daigo e Rena ou Kaito e Mitsuki. Em suma, ficaram apenas na base do subtendimento. Mas os dois até que renderam uma cena importante para o clímax da batalha final. Nada de tão amoroso, ainda, pois é cedo. Quem sabe numa continuação, né? Em todo o caso, fica a saudade da atriz Akane Sakanoue (de 20 aninhos) como colírio da série.

Ultraman X é um marco importante para o tokusatsu no Brasil. Pois a série foi a primeira a vir oficialmente ao Brasil com uma curta duração de tempo: apenas uma hora de diferença do Japão. Surpreendentemente tirou o lugar de Jiban, o Policial de Aço do topo do tokusatsu a estrear mais rapidamente por aqui e no mesmo período de exibição na TV japonesa. Se você ainda não assistiu, pode ver os episódios via Crunchyroll por acesso gratuito ou por assinatura premium. A série serviu como uma prévia das comemorações doa 50 anos do Ultraman original, no ano que vem.

PS: Ultraman X ainda não terminou oficialmente. Haverá o episódio 22.5 em breve, que resumirá os últimos oito recentes. Além do filme Gekijôban Ultraman X - Kitazô! Warera no Ultraman (Ultraman X - O filme: Ele chegou! Nosso Ultraman) nos cinemas japoneses em 12 de março de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário