terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Ultraman Geed é de longe a melhor série tokusatsu de 2017 e supera Ultraman Orb

Ultraman Geed vai fazer muita falta

Falta apenas um episódio para fechar a saga de Riku Asakura e cia na TV japonesa (aqui no Brasil pode ser visto a qualquer hora via streaming pela Crunchyroll) e definitivamente podemos constatar que Ultraman Geed é a melhor série tokusatsu deste ano. Ultimamente as séries Ultra vem mudando alguns elementos, porém respeitando a essência que a franquia carrega desde 1966 com Ultra Q e Ultraman. Um dessas mudanças é a saída dos esquadrões anti-monstros (isso tinha que mudar uma hora ou outra e pode voltar num futuro próximo).

Desde a estreia em julho vimos que a série tinha potencial para superar Ultraman Orb, que foi uma ótima série formada por um número concentrados de personagens e deixou uma marca carregada de carisma e uma digníssima homenagem aos heróis. Ultraman Geed tem tudo isso e muito mais. A diferença é que a trama tem um lado sombrio que não cai numa densidade profunda como Kamen Rider Black, Garo, etc.

Isso sem mencionar o talento dos atores. Todos escolhidos a dedo. Tatsuomi Hamada cresceu desde sua participação no filme do Ultraman Zero e tem uma carreira promissora devido ao seu talento e ótima interpretação como Riku Asakura. Eu destaco alguns nomes como Yuuta Ozawa (Leito Igakuri), Chihiro Yamamoto (Laiha Toba) e Kunito Watanabe (Kei Fukuide). E as vozes de Megumi Han (Pega), Suzuko Mimori (Rem) e claro, Mamoru Miyano (Ultraman Zero). Tudo isso foi feito com primazia pelo roteirista Oitsuichi e a direção com competentíssimo Koichi Sakamoto (o mesmo de Space Squad) que deram um show.

Apesar de todo o trabalho, a sensação é de que alguns pontos deverão ficar pendentes para o filme do herói que estreia em março de 2018 - obviamente -no Japão. Um semestre inteiro já é o suficiente para contar história, mas é bom Riku dar um descanso para retomar o fôlego e quem sabe explorar sua origens em Okinawa.

O ano 2017 foi cheio para os fãs de tokusatsu e principalmente para a franquia Ultra que comemorou o cinquentenário de Ultra Seven - com direito a participação de Bin Furuya aqui no Brasil pela CCXP. Ultraman Geed é mais uma série que vai deixar saudades e é mais uma prova clara de que a Tsuburaya ainda tem muito trabalho pela frente.

2 comentários:

  1. Com todo o respeito , discordo na avaliação das séries. Ainda hj consigo lembrar do final de Orb ( aquela cena do protagonista correndo numa via e dois Ultra se materializando a seu lado , antes da fusão é emblemática!) Geed foi pra mim uma surpresa,melhorou mais ainda nos episódios finais , o elenco é afinado a trilha sonora um capítulo a parte, porém não senti o mesmo impacto dramático que Orb me trouxe. Comparo a a Cassino Royale de 007 em termos conceituais ( um Reboot apontando novos caminhos) Enfim foi mais um grande trabalho da Tsuburaya , engatando um produto após o outro sem queda de qualidade .fica a torcida pra as próximas produções mantenham este nível de excelência.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Job. Eu tenho o Ultraman Orb como uma das minhas favoritas. Mas tenho que admitir que Ultraman Geed me surpreendeu mais pela temática sombria e pelos personagens carismáticos. Dentre eles, gosto do Leito. Ele foi um ótimo alívio cômico e cresceu com o passar do tempo. A atuação dele no episódio desse fim de semana foi emocionante.

    ResponderExcluir