segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Jiraiya arrebata gerações no Sana Fest e reacende a chama do tokusatsu

Takumi no palco do evento de Fortaleza

Treze anos se passaram desde a primeira visita do ator japonês Takumi Tsutsui ao Brasil para representar o maior sucesso de sua carreira: o ninja Jiraiya. De lá pra cá, Takumi passou por vários eventos em nosso país e sempre transmitindo simpatia, humildade e carisma. A presença dele é sucesso garantido por onde passa.

Demorou, mas aconteceu. Depois de muita insistência do público local, finalmente Takumi Tsutsui se apresentou em Fortaleza no terceiro e último dia da 11ª edição do Sana Fest, que aconteceu neste domingo (17). Originalmente acontecia no mês de janeiro, servindo com prévia do tradicional evento de julho, e a partir de agora o Fest passa a acontecer anualmente em dezembro. Takumi é o primeiro ator japonês de tokusatsu a vir à capital do Ceará. Sendo que ele é o quarto, considerando os três atores de Power Rangers que também estiveram recentemente. O primeiro foi Walter Jones (Zack, o primeiro Ranger Preto de Mighty Morphin Power Rangers) em janeiro de 2016, Jason Faunt (Wes, o Ranger Vermelho de Power Rangers Força do Tempo) em julho do mesmo ano e Steve Cardenas (Rocky, o segundo vermelho de MMPR e o azul de Power Rangers Zeo) em janeiro de 2017.

O ator entrou no palco Art & Fest cantando o tema de abertura da série Sekai Ninja Sen Jiraiya. Originalmente cantado por Akira Kushida, que já esteve no Sana em 2007 e em 2010. Entre muitos marmanjos que assistiram o clássico pela extinta Manchete entre 1989 e 1999, estavam também crianças e adolescentes que conheceram a série por causa da popularidade do ninja olimpíada no Brasil.

Takumi, que estava trajando um quimono parecido com o que Toha Yamashi (Toha Yamaji) vestia em Jiraiya, mencionou que agora faz 30 anos do início das gravações da série. No Japão, Jiraiya estreou em 24 de janeiro de 1988 e era exibido nas manhãs de domingo da TV Asahi. Pediu "desculpas" por ter envelhecido nesse tempo (cá pra nós: a mudança não foi tanta assim). Contou que também vestia a armadura olímpica nas gravações e que, segundo ele, "não protegia nada" e fazia muito calor no verão e que quase morria de frio durante o inverno. Sempre precisava de ajuda para vestir e tirar o traje. Até para ir ao banheiro havia dificuldades.


Com a simpatia de sempre, Takumi interage com o público

Ao som das BGMs que tocaram na série (produzidas por Kei Wakakusa, o mesmo compositor de Janperson, Blue SWAT, Robotack e Tomica Hero Rescue Force), o ator falou que por causa de Jiraiya, fez amizade com atores da franquia Metal Hero. Entre eles, Kenji Ohba, o Policial do Espaço Gavan. Ohba participou do episódio 27 de Jiraiya como Yajiro, um ninja que desafiou Toha ao vestir a armadura olímpica. Ele também amizade com Akira Senoo e Shouhei Kusaka. Respectivamente os atores que viveram Metalder e Jiban. Takumi disse que, se tudo der certo, quer trazê-los para Fortaleza. Akira Kushida também é um grande amigo.

O público fez perguntas e até declarações. Como uma criança que disse que conheceu Jiraiya por causa de seu pai. Takumi ficou surpreso por ter muitas crianças que são fãs dele. No Japão não tem isso. Teve até uma fã que pediu um "kiss me" e Takumi mandou carinhosamente a distância. Um jovem disse que Jiraiya serviu de inspiração em sua vida, pois, mesmo sem dinheiro, Toha vencia as adversidades. Isso lhe deu forças para trabalhar e amar mais as pessoas. Entre as perguntas, ele respondeu que faria novamente Jiraiya caso apareça alguma oportunidade. Tem expectativa quanto à uma possível participação numa sequencia de Space Squad, mas ainda não recebeu convite da Toei. E o episódio 22 de Jiraiya é o seu favorito. Aquele em que Kei ganha de Toha um vestido de presente para comemorar o aniversário de uma amiga e caiu na armadilha de Dokusai e sua Família de Feiticeiros.

Houve um momento de gincana onde cinco pessoas participaram para imitar a apresentação de Jiraiya. Um deles foi escolhido e ganhou uma revista (talvez uma Televi-kun da época, não tenho como precisar). Como prêmio de consolação, os outros participantes ganharam tecidos autografados pelo próprio Takumi.

A apresentação de Takumi Tsutsui terminou com ajuda do público cantando o tema de abertura em português (na primeira parte da música) e o autor cumprimentou rapidamente as pessoas que estavam em sua frente. Foram 40 minutos de muita alegria e que ficarão na memória de quem testemunhou a passagem do incrível ninja. O resultado constata que tokusatsu é rentável também em Fortaleza e pode ter divulgação ampliada. A experiência pode render a vinda de mais atores do gênero nas próximas edições. Assim esperamos.

O Brasil é praticamente a segunda casa de Takumi Tsutsui e as portas estão abertas para recebê-lo mais uma vez em Fortaleza.

Veja Takumi Tsutsui no início da apresentação:

7 comentários:

  1. Bela matéria César. Esse Takumi é mesmo um gênio, até porque quando assisti pela primeira vez o seriado as minhas reações foram mais positivas do que as outras e isso me deixou lisonjeado ao elogiar um Tokusatsu da Manchete. Agora, se eu estivesse lá diria está seguinte pergunta: "Porque na abertura tem aquela cena em que o Jiraiya pula em um caminhão e em seguida pula pra entrar no carro sem sofrer dano?" Tipo, aquela cena foi bem ilógica e precisa ser respondida. Fora isso, foi bem legal ao ver ele no Sana Fest (a propósito, vi dois vídeos no YouTube sendo que um aparece em um antigo evento junto com o Kenji Ohba e outro com Danilo Gentili no qual achei bem legais) e quem sabe algum dia eu poderia viajar para Fortaleza só para estar lá.

    ResponderExcluir
  2. Olá, César. Que bela matéria! Realmente, todos falam que o Takumi Tsutsui é muito simpático e genuinamente gosta do que faz.

    Eu fui um dos convidados do SANA 9 e achei um evento muito bem estruturado, com um público apaixonado. Espero voltar mais uma vez à cidade.

    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, mestre Nagado. Sim, Takumi é bastante simpático e gosta de cumprimentar os fãs. Espero vê-lo em breve mais uma vez.

      Atualmente o Sana está num espaço maior, no Centro de Eventos do Ceará. O antigo prédio fica ao lado e infelizmente está desativado. Algumas coisas mudaram e o evento passou a atender também outros nichos. Infelizmente não consegui vê-lo no Sana 9. Lembro que os dias foram bem corridos e as filas estavam intensas para ver os cantores japoneses (Kageyama, Endo e Kitadani). Preciso corrigir isso e espero um dia bater um papo pessoalmente. :D

      Abraços!

      Excluir
  3. Foi realmente incrível, o cara é de uma simpatia, consegui um registro com ele na sala VIP, mas antes disso ele ainda deu um pulo na sala temática se Tokusatsu e ainda assistiu a apresentação do cosplay do jiraiya com o vilão. No final pegou a espada e fez a pose clássica. Gravei parte disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Brian. Não estive na hora em que o Takumi passou na sala tokusatsu. Alguns amigos gravaram e pude ver ainda durante o evento. Inclusive, conheço o pessoal do setor e já trabalhei no mesmo espaço apresentando palestras. Talvez eu faça uma participação especial na edição de julho, quando o Sana Tokusatsu irá comemorar seus 15 anos. Valeu, abraços!

      Excluir
    2. Que irado Cesar, espero poder lhe ver no próximo, leva o Danilo do TokuDoc, espero que na proxima chamem o Kamen Rider ou o Kenji Ohba

      Excluir
    3. Valeu, Brian. A gente vai se ver numa próxima edição.

      Eu não trabalho diretamente na organização do evento (vesti o uniforme apenas uma vez no Fest 2014). Eu participava mesmo como convidado entre julho de 2013 e janeiro de 2017 pelo Sana Tokusatsu. Atualmente não estou atuando por estar envolvido em projetos pessoais. Se tudo der certo, eu e outras pessoas que passaram pelo setor deverão voltar para comemorar a edição debutante do Sana Tokusatsu.

      Bem que eu queria ver o meu amigo Danilo numa edição, mas vai depender muito da disponibilidade, já que ele mora em Madri.

      Abraços!

      Excluir