quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

TV Diário comete os mesmos erros da Manchete e outros piores ao exibir Super Campeões

O craque Oliver Tsubasa

Desde o final de setembro a TV Diário - canal 22.1 de Fortaleza - exibe a reprise de Super Campeões, em sua versão clássica exibida na extinta Manchete, conhecida originalmente como Captain Tsubasa J. O momento coincidiu (ou foi proposital) com o aniversário de 20 anos de estreia no Brasil.

A exibição acontece de segunda à sexta no programa infantil(oide) Algodão Doce e vez por outra sofre uns erros na exibição como repetir um episódio exibido no dia anterior. Algo quase frequente no começo dos anos 90 quando a Manchete exibia reprises de Changeman, por exemplo. Até o momento foram exibidos os primeiros 28 episódios do animê e ao invés de continuar de onde parou, a série começa do início. Pra se ter uma ideia, Super Campeões voltou ao primeiro episódio nesta terça (19) e repetiu o mesmo nesta quarta (20).

Tem mais alguns erros. Só que esses a saudosa emissora carioca não cometia. Como fade in/fade out entre o momento em que aparece a palavra "tsuzuku" (つづく) e o encerramento. Uma edição desnecessária e que poderia rolar na íntegra. Sendo que a palavra japonesa que indica continuação às vezes nem aparece direitoOu mesmo o encerramento é cortado.

Fora outros cortes como episódio cortado minutos antes do encerramento e sequencia descompromissada aos sábado. Nesse dia da semana são exibidos dois episódios no seu Festival de Desenhos e curiosamente, em outubro, a TV Diário exibiu o mesmo episódio quatro vezes no mesmo dia. (!) Duas pela manhã e duas na reprise na madrugada.

Independente de ser ou não uma exibição oficial, a TV Diário deveria cuidar melhor de um animê tão legal como Super Campeões. Não dá pra dizer que a exibição é digna com essa sucessão de erros.

Atualização: Nesta quinta-feira (21) a TV Diário exibiu pela terceira vez consecutiva o primeiro episódio. Sabe-se lá o motivo por isso, mas alguém tem que revisar a ordem dos episódios antes de ir pro ar. Desta vez foi pra saturar o espectador.

7 comentários:

  1. O problema é que não para cobrar muito quando se trata de uma
    exibicão ilegal como a rede Brasil fazia a não muito tempo atrás
    com Sailor Moon.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei como é a situação dos direitos de exibição de Super Campeões na TV Diário. No caso de Jiraiya, pelo que fui informado na reprise em 2013, houve pagamento referente à exibição regional.

      Excluir
  2. Não me surpreendo vindo da TV Diário.

    ResponderExcluir
  3. vem cá.. a tv diário tpa transmitindo melhor os animes ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Stefano. A programação da TV Diário mudou em 1 de janeiro. Provavelmente como parte das comemorações dos 20 anos da emissora no próximo dia 1 de julho. Super Campeões saiu do ar e por lá não passou o restante dos episódios (final do Nakatsu x Meiwa, saga do Shingo Aoi etc).

      Nas últimas semanas a TV Diário surpreendeu ao passar algumas séries japonesas. De animê apenas o Shurato e de tokusatsu passa o Kamen Rider Black RX e o Cybercop. Até onde eu vi, todos os encerramentos são cortados no meio, o que é bem chato. Tenho acompanhado mesmo o Cybercop na hora do café. Até aqui os episódios estão na ordem, porém o intervalo comercial vem antes do eyecatch e o tema de encerramento "Shooting Star" toca por poucos segundos. :/

      Excluir
  4. Os cortes nas exibições talvez sejam por causa do horário da programação, ocorreu também com Pokémon e com Cybercop que cortaram a prévia do episódio antes da abertura e parte do encerramento, no lugar de Cybercop está passando Ultraman Hayata aquele primeiro que passou na Manchete também como reprise pois foi um dos primeiros a estrear na tv brasileira bem antes de existir a Rede Manchete. Já as voltas ao começo também ocorreram muito com Shurato e Pokémon e exibições fora de ordem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Diego. Ainda assim não é desculpa, pois todos os episódios tem, no máximo, 25 minutos na íntegra. Cabe cada emissora se organizar com o tempo. Fiquei sabendo da exibição (pirata) do Ultraman no dia anterior à "estreia". Sobre o Cybercop, mais bizarro que ficar sem o final na TV Diário foi ver 9 episódios pulados (do 13 foi para o 22), sem o menor respeito com seus espectadores.

      PS: "Ultraman Hayata" não existe. Esse termo jamais foi oficializado pela Tsuburaya, portanto é incorreto. Hayata é apenas o nome do civil que foi o hospedeiro do primeiro Ultraman. Inclusive, escrevi em 2015 um texto sobre isso: https://daileon-blog.blogspot.com.br/2015/02/ultraman-ou-ultraman-hayata-eis-questao.html

      Excluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.